sexta-feira, 5 de fevereiro de 2016

Fraisier vegan {ou cheesecake de morango vegan}


Desde que experimentei o cheesecake vegan fiquei com vontade de repetir. Pode parecer estranho para quem ainda não provou, no início eu também não me atrevia a fazê-lo porque não conseguia imaginar o sabor dos
cajus num cheesecake. Mas como fiquei rendida, pensei em criar outras versões e trago-vos hoje este Fraisier totalmente vegetal e apaixonante. Só vos digo que supera a versão clássica, quer a nível de sabor, quer a nível de nutrientes. É surpreendente, quem provou, adorou, até o meu filho que é muito esquisito.
A base é um crocante de amêndoas, nozes e adoçado com tâmaras. O interior tem uma textura maravilhosa, densa mas ao mesmo tempo macia, com notas de coco e aroma de baunilha. Por cima leva um creme de coco e morango, super cremoso. 
Alguns dos ingredientes, nomeadamente o óleo de coco, o creme de coco e o xarope de ágave podem encontrar em hipermercados ou lojas dietéticas e embora sejam caros, garanto que vale a pena, pois rendem para duas ou três sobremesas destas. Só de saber que cada garfada é saudável, o prazer é a dobrar.







FRAISIER VEGAN {ou CHEESECAKE VEGAN DE MORANGO}

(Para uma forma de 16Ø)

BASE
60g de tâmaras, descaroçadas
80g de amêndoas e nozes (ou outros frutos secos)
1 pitada de sal
1 fio de óleo de coco

RECHEIO
200g de caju* (cru)
Sumo de 1 limão
1 vagem de baunilha raspada (ou extracto)
100ml de óleo de coco
50ml de creme de coco*
150ml de xarope de ágave
1 pitada de sal
100g de morangos, em metades

COBERTURA
100g de morangos
40ml de creme de coco
20ml de óleo de coco**
40ml de xarope de ágave (ou outro adoçante a gosto)


Na véspera colocar os cajus numa taça e cobrir com água. O ideal é deixar de molho durante uma noite ou 6h no mínimo. Uns minutos antes de preparar a receita, escorrer muito bem os cajus.

BASE

Forrar a base e lateral de uma forma c/fundo amovível (aprox. 16cm) com papel vegetal. Num processador de alimentos, triturar grosseiramente os frutos secos com as tâmaras e o sal. Juntar um fio de óleo de coco e misturar bem. Espalhar a mistura no fundo da forma pressionando com a ajuda de um copo para alisar. Reservar no frigorífico.
(Thermomix – Bimby: Triturar tudo uns segundos na vel.5, juntar o fio de óleo e triturar novamente uns segundos na vel.9).

RECHEIO

Caso o óleo de coco esteja sólido, colocá-lo um pouco em banho-maria até ficar líquido.Cortar alguns morangos em metades.

No processador de alimentos (ou Thermomix - Bimby), colocar os cajus, o sumo de limão, as sementes de baunilha, o óleo de coco, o creme de coco, o xarope de ágave e o sal. Triturar na velocidade máxima até obter um creme bem liso. Provar o creme e se necessário adicionar mais adoçante e misturar novamente. (O sabor final será bem melhor do que nesta fase).
Dispor as metades de morango à volta da forma, bem juntinhas de forma a não caírem.
Deitar o creme no centro da na forma delicadamente até cobrir os morangos, alisar e colocar no frigorífico ou congelador (para ser mais rápido) uns minutos.


COBERTURA

Entretanto no processador (ou Thermomix-Bimby), colocar os morangos, o óleo de coco, o creme de coco e o xarope de ágave,  triturar até obter um creme homogéneo. Provar e se necessário adicionar mais adoçante. Espalhar uma camada fina de creme de morango por cima do creme de baunilha (quando a camada anterior estiver firme), alisar e levar ao frigorífico durante uma noite (o sabor no dia seguinte será muito melhor). Reservar o restante creme de morango num frasco, no frigorífico. Servir as fatias com o creme.


NOTAS

* Em alguns hipermercados existem umas garrafinhas ou latas de creme de coco, costumam estar na secção de alimentos indianos. Caso não encontre pode usar a parte sólida de um pacote/lata de leite de coco (previamente refrigerada).
O xarope de ágave e o óleo de coco podem encontrar em lojas dietéticas, de produtos naturais ou nos hipermercados. Os frutos secos para a base podem ser nozes, amêndoas, avelãs, etc. As tâmaras são essenciais, servem para amaciar e adoçar. Podem usar o adoçante que preferirem, quanto às quantidades certas, o melhor será provar o creme e ajustar ao v/ gosto.
O ideal será servir no dia seguinte, os sabores ficarão mais intensos.



20 comentários :

  1. Nem sei que adjectivos usar para esta maravilha....Está divinal só pelas fotografias, imagino provando!
    Bjoka
    Rita

    ResponderEliminar
  2. Está tão maravilhoso Patrícia Pierre Hermé!!!!
    As fotos estão magníficas como sempre e o fraisier, apesar de ser vegan (lol), está de dar água na boca!
    Um beijinho grande e bom fim de semana,
    Lia

    ResponderEliminar
  3. Palavras para quê? Este cheesecake já fala por si e diz " sou guloso sim senhor" :)
    Parabéns pelo blog, não o conhecia mas gostei bastante, já estou a seguir...

    Gulosoqb

    ResponderEliminar
  4. Ficou com um ar super apetitoso! Bjinho e bom fds!

    ResponderEliminar
  5. Ficou lindo lindo lindo! Adoro essa "muralha" de morangos :)
    -
    Diogo Marques
    Blog: A culpa é das bolachas! | Facebook | Instagram | Zomato
    -

    ResponderEliminar
  6. Hummm lindíssimo aspecto, lindíssima cor.

    Beijinhos,
    Clarinha
    http://www.receitasetruquesdaclarinha.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  7. Olá Patrícia :)
    A pastelaria é uma arte, e aqui, tão bem representada. Fiquei rendida e é mais um desafio para eu executar. Parabéns pela apresentação... quanto ao paladar confirmo depois :)
    Um beijinho

    ResponderEliminar
  8. A torta ficou uma beleza. Mas tenho uma duvida, quando voce fala "caju" voce quer dizer "castanha do caju" ou a "polpa da fruta caju"? Em geral usa-se a castanha do caju moida bem fina para fazer esse creme, mas acho que essa mistura ficaria bem deliciosa com a polpa da fruta também... por isso a minha duvida. Abs.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Claúdia :)
      Refiro-me à castanha do caju. Não conheço a polpa de fruta de caju.
      Obrigada.
      Bjinho

      Eliminar
  9. que aspeto tentador!
    :p
    bjs
    Carla
    cromasdacozinha.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  10. Such a beautiful cake!

    http://beautyfollower.blogspot.gr/

    ResponderEliminar
  11. Olá, obrigada pelo comentário já sigo o blog!
    Mas que óptimo aspecto.
    http://retromaggie.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  12. Uau! Como ficou lindo sweetie!!
    Tens um dom tens, adoro tudo o que tu fazes e as tuas fotos mostram essa paixão e muita inspiração.
    Adorei este fraisier e claro, quero provar!
    Um grande beijinho.

    ResponderEliminar
  13. Boa tarde
    Gostaria de saber se fica mesmo sólido, sem ser congelado e sem levar gelatina?
    Obrigada

    Maria Costa

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Maria :) Não leva gelatina mas graças aos cajus e ao óleo de coco mantém-se sólido no entanto convém passar pela congelação, costumo deixar durante a noite a congelar. Depois retirar uns 20 minutos antes de servir. O que sobrar pode reservar no frigorífico, fica sólido mas cremoso.
      Bom fim de semana.

      Eliminar
  14. O que é , e onde se compra o Creme de coco ?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Ana, é a parte mais sólida e cremosa do leite de coco. Encontra em hipers na zona dos ingredientes indianos ou então pode usar a parte sólida de uma lata de leite de coco refrigerada.

      Eliminar

Obrigada pela visita...
Comentários, dúvidas ou sugestões são sempre bem vindos!