domingo, 6 de dezembro de 2015

Tarteletes de noz pecã com gelado de requeijão e doce de abóbora {Gelados de Portugal}




Já provaram os Gelados de Portugal?
No mês passado recebi um convite da Fabridoce, produtora de doçaria conventual, dos Ovos Moles de Aveiro e mais recentemente dos Gelados de Portugal, para desenvolver três receitas que acompanharão as embalagens dos
gelados durante a campanha com a Sonae-Continente que irá decorrer no próximo fim de semana, em alguns pontos do país. 
Os gelados são artesanais, de excelente qualidade com sabores tradicionais e maravilhosos. Imaginem um gelado de pastel de nata, de ovos moles, de leite creme, de bolacha maria ou ainda de chocolate com suspiros...
Hoje trago-vos a primeira receita com gelado de requeijão e doce de abóbora. Pensei numa tarte de noz pecã porque adoro a combinação de doce de abóbora com noz. O gelado só por si já é surpreendente, com um sabor único, ainda não tinha provado e fiquei completamente rendida. A tarte é simples e maravilhosa, um creme denso com sabor a noz caramelizada. A bola de gelado é a cereja no topo. 
Fiquem atentos porque durante a próxima semana irei publicar as outras duas receitas imperdíveis.
Para quem estiver interessado, a promoção irá decorrer durante os próximos dias 11, 12 e 13, nas lojas Continente de Aveiro, CoimbraShopping, Colombo, GaiaShopping, Vasco da Gama e na loja Bom Dia Aveiro Estação.





TARTELETES DE NOZ PECÃ COM GELADO DE REQUEIJÃO E DOCE DE ABÓBORA {GELADOS DE PORTUGAL}

Para 6 tarteletes de Ø12 ou 1 tarte de Ø24

MASSA AREADA

200g de farinha
100g de açúcar em pó
1 pitada de sal
1 ovo
100g de manteiga c/ sal, bem fria
1/2 c. (sob.) de pasta de baunilha (ou extracto)
Água fria q.b.


RECHEIO

3 ovos
90g de açúcar
4 c. (sopa) de Golden Syrup (ou mel)
40g de manteiga c/ sal, derretida
40ml de natas
1/2 c. (sob) de pasta de baunilha (ou extrato)
150g de noz pecã

Gelado de requeijão e doce de abóbora Gelados de Portugal, para servir



MASSA AREADA

Num recipiente, misturar a farinha, o açúcar e o sal.
Juntar a manteiga aos bocados, o ovo e a baunilha.
Trabalhar a massa com as mãos (ou colocar tudo no robot e misturar) juntando pouco a pouco água gelada, o suficiente até conseguir moldar uma bola.
Envolver em película aderente e reservar no frigorífico durante 30 minutos.


RECHEIO

Untar ligeiramente as tarteiras com manteiga.
Estender a massa, forrar as tarteiras e reservar no frigorífico.
Ligar o forno a 180ºC.
Bater os ovos com o açúcar.
Juntar os restantes ingredientes e misturar até ficar homogéneo.
Distribuir o preparado pelas tarteiras e por cima as nozes pecãs.
Levar ao forno, a 180ºC durante cerca de 20 minutos, até ficarem firmes e douradas.
Servir com cada tartelete com uma bola de gelado de requeijão e doce de abóbora, da Gelados de Portugal.



5 comentários :

  1. Ah, que maravilha! Que pena que não posso provar esse gelado de Portugal... Mas posso fazer essas lindas tarteletas! Também adoro noz pecã!))) Sei que vou gostar)))
    Obrigada querida pela ótima receita!
    Beijinhos**

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Os gelados são maravilhosos, quem sabe quando voltares cá :)
      Como eu, adoro pecãs e já andava com estas tarteletes na cabeça há algum tempo.
      Obrigada.
      Bjinho linda ♥

      Eliminar
  2. Nunca provei esses gelados :(
    Essas tarteletes ficaram fantásticas e deliciosas certamente!
    Beijinhos,
    Espero por ti em:
    http://strawberrycandymoreira.blogspot.pt/
    www.facebook.com/omeurefugioculinario

    ResponderEliminar
  3. Minha querida Pierre Hermé do Sul,
    Eu nunca provei esses gelados (talvez no natal tenha oportunidade), mas fiquei a babar,ã no só com o gelado, como com estas tuas tartes divinas e deslumbrantes.
    Um grande beijinho minha linda,
    Lia

    ResponderEliminar
  4. Querida Patrícia,
    adoro esses geladinhos e adoro noz pecã. Acho que fizeste aqui uma bela dupla, eu por mim sei que não resistia a provar estes docinhos.
    E as fotos lindas!!
    Um beijinho.

    ResponderEliminar

Obrigada pela visita...
Comentários, dúvidas ou sugestões são sempre bem vindos!