Pie de amêndoa, frutos silvestres e ruibarbo



O verão ainda se faz sentir por cá no Algarve, embora com temperaturas mais suaves e noites mais frescas. Para a despedida, fiz esta tarte que é absolutamente divina. Aproveitei para gastar frutas que se vão acumulando no congelador, o ruibarbo da horta, restos de framboesas e mirtilos que nunca podem faltar e amoras silvestres colhidas em agosto. Juntei também amêndoa que é das melhores combinações para os frutos vermelhos. Não imaginam o aroma que pairava na cozinha...
Já tinha saudades de meter as mãos na massa e soube mesmo bem fazer o entrelaçado e a trança. Caso não tenham tempo ou paciência poderão cobrir a tarte com um círculo de massa previamente perfurado no centro, usando um cortador em forma de flor ou coração para ficar mais bonito, de forma a sair o vapor durante a cozedura. Mas o melhor de tudo foi poder saborear uma destas fatias no jardim, num dia lindo em família, acompanhada de um delicioso chá frutado. Cada garfada é puro prazer.



Pie de amêndoa, frutos silvestres e ruibarbo

MASSA AREADA
Adaptada de Linda Lomelino
  • 375g de farinha
  • 2 c. (sopa) de açúcar em pó
  • 1 pitada de sal
  • 1 ovo
  • 150g de manteiga, bem fria
  • 1/2 c. (sob.) de pasta de baunilha (ou extracto) 
  • 1 c. (sob.) de sumo de limão
  • 50 a 100ml de água gelada 
  • 1 clara de ovo p/ pincelar
  • Açúcar p/ polvilhar

RECHEIO DE FRUTA
  • 125g de mirtilos, congelados
  • 125g de framboesas, congeladas
  • 125g de amoras silvestres, congeladas
  • 200g de ruibarbo, congelados, cortado em cubinhos
  • 3 c. (sopa) de Maizena (amido de milho)
  • 75g de amêndoa moída
  • 150g de açúcar
  • Sumo de meio limão (biológico)
  • 1/2 c. (sob) de pasta de baunilha (ou extracto)


MASSA AREADA

Thermomix- Bimby:
Pulverizar o açúcar uns segundos na vel. 9.
Colocar os restantes ingredientes (exceto a água) no copo e misturar uns segundos na Vel. 3 / 4.
Juntar pouco a pouco água gelada pelo bocal, o suficiente até conseguir moldar uma bola.
Envolver em película aderente e reservar no frigorífico 30 minutos.

Tradicional:
Num recipiente, misturar a farinha, o açúcar e o sal.
Juntar a manteiga aos bocados, o ovo, o sumo de limão e a baunilha.
Trabalhar a massa juntando pouco a pouco água gelada (o suficiente até conseguir moldar uma bola).  Envolver em película aderente e reservar no frigorífico durante 30 minutos.

Estender aproximadamente 2/3 da massa e forrar uma tarteira de 20cm. Reservar no frigorífico.
Estender a restante massa e cortar cerca de 14 tiras com aprox. 2 cm de largura.
Se sobrar massa, cortar umas tiras fininhas e fazer umas tranças. Reservar no frigorífico.


RECHEIO

Numa taça, misturar bem o açúcar em pó, a Maizena, metade da amêndoa moída, reservar.
Misturar as frutas com o sumo de limão e a essência de baunilha e envolver a mistura de açúcar e farinha.
Espalhar a outra metade de amêndoa moída na base da tarte.
Por cima espalhar bem a fruta + a mistura de açúcar. Alisar.

Por fim, entrelaçar as tiras de massa (ver tutorial aqui), colando as pontas com o dedo molhado em água e pressionando as extremidades.Por fim colar a trança à volta e pressionar ligeiramente.
Pincelar com clara de ovo e polvilhar com açúcar.
Levar ao forno, a 180ºC durante cerca de 60 minutos, até ficar dourada e a fruta borbulhar.



Bolo de chocolate de leite merengado


Esta semana trago o bolo que fiz para o 7º aniversário do meu filho. Adaptado do novo livro da Linda Lomelino, Journal D'Une Food Styliste, já disponível em francês. Um livro lindo, muito inspirador, com receitas irresistíveis e ainda com excelentes dicas de fotografia e food styling.
Adaptei a receita para não ficar muito intenso. O bolo é de cacau, recheado e coberto com um buttercream de chocolate de leite, regado com ganache e por fim decorado com merengue caramelizado. 
Foi muito apreciado, especialmente pelo meu filhote.





Bolo de chocolate de leite, merengado

Adaptado do livro Jounal D'Une Food Styliste de Linda Lomelino

Para o bolo:
  • 110g de manteiga
  • 270g de farinha
  • 80g de cacau (coloquei 40g de cacau + 2 c. s. de Nesquik)
  • 1 e 1/2 c. (café) de bicarbonato de sódio
  • 1 c. (café) de fermento p/ bolos
  • 1/2 c. (café) de sal
  • 200g de açúcar 
  • 3 ovos
  • 250ml de leite
  • 250ml de água bem quente (ou café)
  • 1 c. (café) de pasta de baunilha

Para o buttercream de chocolate de leite:
  • 200g de chocolate de leite
  • 300g de manteiga s/ sal (à temperatura ambiente)
  • 100g de açúcar em pó
  • 1 c. (café) de pasta de baunilha
  • 1 pitada de sal

Para a ganache de chocolate:
  • 35g de manteiga
  • 75g de chocolate negro

Para o merengue:
  • 2 claras de ovo
  • 95g de açúcar


BOLO

Derreter a manteiga e deixar arrefecer. 
Untar com manteiga e forrar 2 formas de 16cm com papel vegetal.

Tradicional
Numa taça grande misturar a farinha, o açúcar, o cacau, o fermento, o sal e o bicarbonato. 
Juntar a manteiga, os ovos e o leite e bata até ficar homogéneo. 
Por fim juntar a água a ferver e bater o suficiente até ficar liso. 

Thermomix-Bimby
Pulverizar a farinha, o açúcar, o cacau, o fermento, o sal e o bicarbonato na vel. 9.  
Juntar a manteiga, os ovos e o leite e bata 20seg/Vel.3, ou até ficar homogéneo. 
Por fim juntar a água a ferver e bater mais 10 seg/ vel. 3, o suficiente até ficar bem liso. 

Repartir a massa pelas duas formas e levar ao forno pré-aquecido a 180ºC durante 35 a 40 min.
Esperar uns minutos antes desenformar e deixar arrefecer completamente sobre uma grelha. 
Caso seja para rechear só no dia seguinte, envolva cada bolo em película aderente e reserve à temperatura ambiente.

COBERTURA

Tradicional
Derreter o chocolate em banho-maria. Deixar arrefecer à temperatura ambiente, mexendo de vez em quando.
Bater a manteiga (que deverá estar mole) uns minutos até ficar branca e cremosa. 
Juntar o açúcar em pó, o sal e a baunilha e bater uns minutos até ficar homogéneo. 
Incorporar o chocolate derretido.

Thermomix-Bimby: Colocar no copo a manteiga, o sal e a baunilha e programar 2 min/vel.3. De seguida, com a Bimby na vel.3 adicionar o açúcar aos poucos pelo bocal até obter um creme homogéneo. Por fim incorporar o chocolate derretido e bater uns segundos na vel.3.

MONTAGEM

Cortar o topo de cada bolo (caso seja necessário) de forma a obter uma face lisa. 
De seguida cortar cada bolo ao meio na horizontal.
Colocar uma metade no prato de serviço, espalhar uma boa quantidade de buttercream e repetir a operação até à última camada. 
Preencher a zona entre camadas com buttercream e alisar com uma espátula, de forma a obter as laterais lisas. Refrigerar uma hora para o bolo ficar firme estável.
Espalhar buttercream nas laterais e no topo e alisar bem com uma espátula. 
Levar ao frigorífico umas horas.

GANACHE

Derreter o chocolate partido com a manteiga em lume brando.
Deixar arrefecer à temperatura ambiente, mexendo de vez em quando.
Derramar o molho de chocolate por cima do bolo e espalhar com cuidado para que escorra nas laterais. Levar o bolo ao frigorífico.

MERENGUE

Colocar as claras e o açúcar num recipiente próprio para banho-maria (a taça não deverá tocar na água).
Mexer constantemente com um fouet até atingir os 65º, ou até já não sentir o açúcar (esfregar um pouco da mistura com os dedos para verificar).
Transferir para a batedeira e continuar a bater cerca de 10 minutos, até arrefecer completamente.
Com um saco pasteleiro, decorar o topo do bolo.
Dourar o merengue com um queimador.


         

Mousse de chocolate express


As receitas de mousse de chocolate nunca são demais, é daquelas sobremesas que quase toda a gente gosta. Esta é bem prática, naqueles dias em que não há tempo de preparar algo mais elaborado ou quando apetece um mimo guloso, faz-se num instante, basta colocar os ingredientes num robot de cozinha, no liquidificador (ou mesmo com a varinha mágica) e após 3 minutos já está. O segredo está em misturar a grande velocidade um líquido a ferver, pode ser café que irá realçar o sabor do chocolate, leite ou água, conforme preferirem. O resultado é surpreendente, obtém-se uma mousse esponjosa e super cremosa. Usei chocolate preto e chocolate de leite para ficar mais suave.






Mousse de chocolate express
Adaptada do blog Alter Gusto

Para 5 doses:

  • 180g de chocolate negro ou de leite ( usei metade negro, metade de leite)
  • 3 ovos
  • 1 c (sob) de essência ou pasta de baunilha 
  • 30g de açúcar (adoçar a gosto)
  • 100g de queijo creme (mascarpone)
  • 180ml de café, água ou leite, a ferver


Tradicional: Juntar o chocolate partido, os ovos, a essência, o açúcar e o queijo creme no processador de alimentos ou liquidificador e misturar na velocidade máxima durante 1 minuto. Adicionar pelo orifício do processador o café (ou leite) em fio e continuar a bater cerca de 3 minutos na velocidade máxima.  Distribuir em tacinhas e reservar no frigorífico até solidificar.

Thermomix-Bimby: Colocar o chocolate partido no copo e dar uns golpes de turbo para triturar. Juntar os ovos, a essência, o açúcar e o queijo creme e bater 1 min/ vel.9. Juntar pelo bocal o café (ou leite) bem quente, em fio e continuar a bater cerca de 3 minutos na velocidade máxima.  Distribuir em tacinhas e reservar no frigorífico até solidificar.






Bolo de maracujá



Setembro começou fresco e já vai apetecendo ligar o forno. Já tinha saudades de um bolinho e como ainda estamos no verão trago-vos um bem exótico. Maracujá é daquelas frutas que adoro, perfeita para bolos, sobremesas, gelados, refrescos... 
Este bolo é tão saboroso, fica muito macio. Leva iogurte grego (usei uns com polpa de maracujá), uma calda que o deixa bem húmido e um glacé delicioso por cima. Adoro o efeito das sementes, mas se não gostarem podem optar por filtrar a polpa. 



Bolo de maracujá

{Bolo}
  • 3 ovos
  • 150g de açúcar
  • 250g de farinha c/ fermento
  • 250ml de iogurte grego (usei grego de maracujá)
  • 125g de manteiga derretida
  • 125ml de polpa de maracujá (6 frutos)
  • 2 pitadas de sal
  • Pasta ou essência de baunilha q.b.
{Calda}
  • 3 c. (sopa) de açúcar
  • 100ml de água
  • 50ml de polpa de maracujá
{Glacé}
  • 2 c. (sopa) de polpa de maracujá (2 frutos)
  • 1 c. (sopa) de manteiga amolecida
  • 150g de açúcar em pó (q.b)



CALDA DE MARACUJÁ

Levar ao lume os ingredientes e deixar ferver 3 a 5 minutos. Reservar.

GLACÉ DE MARACUJÁ

Misturar a polpa e a manteiga numa taça e juntar o açúcar em pó, pouco a pouco, misturando bem até obter a consistência desejada.

BOLO

Untar uma forma anelar de Ø20cm de buraco com manteiga e polvilhá-la com farinha. Peneirar a farinha e reservar. Derreter a manteiga e deixar arrefecer.

Tradicional: Bater os ovos com o açúcar e a baunilha durante 6 minutos, até triplicar de volume. Juntar a essência, a polpa de maracujá, o sal, o iogurte e a manteiga derretida e bater até ficar homogéneo. Envolver a farinha peneirada delicadamente.

Thermomix – Bimby: Pulverizar o açúcar na vel. 9. Posicionar a borboleta no copo. Juntar os ovos e a baunilha e programar 6min/37º/vel.3 e 1/2. Juntar a essência, a polpa de maracujá, o sal, o iogurte e a manteiga derretida e misturar na vel. 3 até ficar homogéneo. Retirar a borboleta. Por fim juntar a farinha peneirada e envolver 15 seg/ Vel.2. Se necessário misturar com a espátula até ficar homogéneo.

Levar ao forno pré-aquecido a 180ºC durante 45min. ou até o palito sair seco. Ao retirar do forno esperar 10 minutos antes de desenformar. Colocar novamente o bolo na forma, com a ajuda de um palito fazer furos na base e pincelar abundantemente com metade da calda ainda quente. deixar absorver. Desenformar novamente o bolo em cima de uma grelha e regar pouco a pouco com o resto da calda. Deixar arrefecer completamente. Colocar o bolo num prato de serviço e espalhar o glacé por cima.