Cheesecake vegan de baunilha e framboesa

copy036

Como já devem ter reparado sou grande apreciadora de cheesecakes, podem encontrar aqui no blog variadas versões, todas elas deliciosas. Já há algum tempo que andava para experimentar uma versão vegan que me deixou curiosa mas que não me convencia por ser feita com cajus. Quando vi as duas recentes versões da Linda Lomelino com um feedback tão positivo  acabei por me convencer. 

É um “cheesecake” saudável, completamente cru, sem lactose, sem ovos, sem glúten e sem açúcar. O mais incrível é que agora posso dizer que superou completamente as minhas expetativas e que passou a ser o meu cheesecake favorito. Não sabe a cajus, fica super cremoso, a textura e a consistência perfeita, sólido mesmo à temperatura ambiente, o sabor é sublime, a base crocante é simplesmente maravilhosa e o melhor de tudo é que é saudável. O meu conselho? Experimentem!

copy030copy017

 

Cheesecake vegan de baunilha e framboesa  {sem açúcar, sem ovos, sem lactose, sem glúten e sem forno}

Adaptado daqui

(Para uma forma de 16cm)

Base crocante

  • 60g de tâmaras, descaroçadas
  • 60g de noz pecã (ou outro fruto seco)
  • 20g de de muesli ou granola (opcional)
  • 1 pitada de sal
  • 1c. (café) de extracto de baunilha
  • 1 fio de óleo de coco

Recheio

  • 200g de caju (cru)
  • Sumo de 2 limões
  • Raspa de 1 limão
  • 1 vagem de baunilha (ou extracto)
  • 80ml de óleo de coco
  • 80ml de creme de coco*
  • 120ml de xarope de ágave  (ou outro adoçante)
  • 1 pitada de sal
  • 100g de framboesas frescas ou descongeladas (usei também uns mirtilos)

 

Na véspera colocar os cajus numa taça e cobrir com água. O ideal será deixar de molho durante uma noite ou 6h no mínimo. Uns minutos antes de preparar a receita, escorrer muito bem os cajus.

BASE

Forrar a base e lateral de uma forma c/fundo amovível (aprox. 16cm) com papel vegetal. Num processador de alimentos, triturar grosseiramente as nozes, as tâmaras com o sal e o extracto de baunilha. Juntar um fio de óleo de coco e misturar bem até conseguir moldar. Espalhar a mistura no fundo da forma pressionando com a ajuda de um copo para alisar. Reservar no frigorífico.  (Thermomix – Bimby: Triturar uns segundos na vel.5 juntar o fio de óleo e triturar novamente uns segundos na vel.9, até conseguir moldar a mistura).

RECHEIO

Caso o óleo de coco esteja sólido, colocá-lo um pouco em banho-maria até ficar líquido.

No processador de alimentos (ou Thermomix - Bimby), colocar os cajus, o sumo e raspas de limão, as sementes de baunilha, 60ml de óleo de coco, 60ml de crème de coco, o xarope de ágave e o sal. Triturar na velocidade máxima até obter um creme liso. Deitar aproximadamente pouco mais de metade do crème na forma, alisar e colocar no congelador uns minutos. Adicionar  à massa restante,  20ml de óleo de coco, 20ml de creme de coco, assim como as framboesas e triturar novamente até obter um creme homogéneo. Provar e se necessário adicionar mais adoçante. Espalhar o creme de framboesa na forma, alisar e levar ao congelador até solidificar. Retirar do congelador 30 minutos antes de servir.

NOTAS

* Em alguns hipermercados existem umas garrafinhas ou latas de creme de coco, costumam estar na secção de alimentos indianos. Caso não encontrem podem usar a parte sólida de uma lata de leite de coco  refrigerada.

O xarope de ágave e o óleo de coco podem encontrar em lojas dietéticas, de produtos naturais ou nos hipermercados. Os frutos secos para a base podem ser nozes, amêndoas, avelãs, etc. As tâmaras são essenciais, servem para amaciar e adoçar. Podem usar o adoçante que preferirem, quanto às quantidades certas, o melhor será provar o creme e ajustar ao v/ gosto.

 

copy038copy023copy039copy045copy031copy059copy061

28 comentários :

  1. Tão bonito e delicado, deve ser delicioso.

    ResponderEliminar
  2. essa base deve ser algo bastante crocante e deliciosa, e o recheio deve ser super apetitoso e muito diferente mesmo do que costumamos ver, e o seu aspeto lindo.


    O Cantinho dos Gulosos

    ResponderEliminar
  3. Já há muito tempo que ando para fazer um cheesecake vegan, mas o que me desmotivou mais foi mesmo o preço dos cajus; contudo, acho que vale a pena o esforço :)
    Que fotografias mais incríveis! Tenho mesmo mesmo de ir comprar os cajus
    A Cozinha da Ovelha Negra

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. podes fazer a base com bolachas. Há muitas bolachas sem ingredientes de origem animal :)

      Eliminar
  4. Uns tons suaves maravilhosos....fazem deste cheesecake um deleite para os nossos olhos!!!!!
    As fotos maravilhosas...
    Resto de boa semana.
    Beijinho
    Nel

    ResponderEliminar
  5. Fantástico, como sempre, querida! Fiquei sem palavras! As fotos são fabulosas! Essas cores que adoro! Uma maravilha!
    Eu também vi essa receita no blog da Linda e fiquei muito curiosa em experimentar! Agora não tenho dúvidas e vejo que vale a pena! O teu cheesecake ficou mais do que perfeito! É simplesmente lindíssimo!
    Um grande beijo* ;)

    ResponderEliminar
  6. Ficou mesmo linda.... Gostei e anotei....
    Há já bastante tempo que ando para fazer algo totalmente saudável....
    Obrigado pela partilha....
    Beijinhos e boa semana....

    ResponderEliminar
  7. Olá Patricia, que lindo este teu cheesecake totalmente saudável! Muito bom, adorei mesmo, adorei a ideia de um cheesecake sem culpas! As fotos estão igualmente uma delicia!
    Só é pena, estes ingredientes mais saudáveis serem tão caros ;(
    Bjinhos e obrigado por esta linda partilha!

    ResponderEliminar
  8. Normalmente já adoro as tuas receitas, mas esta em particular é bem o meu estilo.
    Super saudável e linda!
    Um abraço
    Sara

    ResponderEliminar
  9. Como é que se vai mesmo para a tua casa???
    Tu és o máximo!!! Que coisa mais linda :-) e healthy... AMEI
    Beijos gordos
    C

    ResponderEliminar
  10. Olá querida Patrícia!
    O teu cheesecake saudável está um mimo! Adorei a ideia... acho que vou tentar fazer uma versão minha! São ingredientes deliciosos os que escolheste!
    Adorei a tua partilha maravilhosa!
    um grande beijinho

    ResponderEliminar
  11. Tenho de experimentar.
    Adoro investigar receitas raw vegan.
    Surpreendo-me sempre como algo feito sem ser cozinhado pode saber tão bem!

    ResponderEliminar
  12. A receita é realmente muito boa, e agradeço a partilha.
    As fotos... deixam-me sem palavras de tão lindas que estão.
    Parabéns Patrícia pelo grande talento que tem.
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  13. Adorei o seu "Cheesecake vegan de baunilha e framboesa", para além de saudável está lindo e deve ser igualmente saboroso. Fotos maravilhosas e inspiradoras como já nos habituou.

    ResponderEliminar
  14. Eu faço muitas vezes Cashewgurt (iogurte de caju) e sou super fã. Nunca experimentei o "cheese"cake mas é uma das receitas que tenho na minha longa lista de receitas a testar :)

    ResponderEliminar
  15. Olá minha Pierre Hermético do Algarve,
    Pois eu sentia o mesmo que tu em relação a estes "raw" e digo sentia, pois este teu post acabou de me convencer que talvez valha a pena dar-lhe uma oportunidade.
    Eu também adoro cheesecakes e agora começa a época do ano em que adoro fazê-los.
    As fotos, o ambiente, o Stalingrado, tudo perfeito como sempre!!
    Um beijinho,
    Lia

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. era styling e não stalingrado, lol!! beijinhos.

      Eliminar
    2. Ai Lia...e eu fiquei a pensar que era alguma ignorância minha, de facto não percebi a relação entre Estaline e a receita....hehe, o que eu já me ri :D
      Bjinhoos

      Eliminar
    3. Que vergonha Patrícia. Ainda bem que hoje vim rever esta tua receita e dei por ela. Oh pá estes teclados com dicionários inteligentes só nos fazem passar vergonhas, lol!!
      Ainda bem que te riste, lol.
      Um beijinho e obrigada pelas tuas palavras que acabei de ler.
      Lia

      Eliminar
  16. Patrícia, fazes tudo parecer um sonho, é sempre tão bom passar aqui.
    Delicio-me com as tuas receitas e com as fotos, que me despertam a gula e adoro cheesecake também, ando sempre curiosa com estas receitas com cajus, tenho de ver se faço. Ficou lindo, adoro os tons, a composição.
    Um beijinho.

    ResponderEliminar
  17. Um bolo lindíssimo e saudável. Perfeito, vou levar a receita.
    Bjs

    ResponderEliminar
  18. Já fez aqui coisas extraordinárias, sempre de uma beleza magnífica, mas este....bateu a escala.

    ResponderEliminar
  19. Boa tarde
    Parabéns pelo blog, tem receitas de fazer crescer água na boca.
    Já algum tempo que queria fazer uma receita raw e acho que vai ser desta que vou experimentar, parece ser uma delícia!
    Tenho uma dúvida, o chessecake depois de ir ao congelador, poderá manter-se no frigorifico?
    Obrigada

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Cláudia,
      Depois pode manter-se no frigorífico. O congelador é para acelerar o processo :)
      Obrigada pelas suas palavras!
      Bjinho ♥

      Eliminar
    2. Obrigada Patrícia 😀

      Eliminar
  20. Adorei esta receita, fiz em versão mini e ficaram maravilhosos.
    Obrigada pela partilha! Maria

    ResponderEliminar

Obrigada pela visita...
Comentários, dúvidas ou sugestões são sempre bem vindos!