Tarte tropézienne {mini}

copy019

Hoje trago mais uma especialidade francesa. A Tarte Tropézienne originária de Saint-Tropez, é uma brioche perfumada com água de flor de laranjeira e recheada com uma mistura de creme pasteleiro e creme de manteiga. Optei por fazer um creme menos consistente e mais leve, o creme diplomate, que é a combinação de um creme pasteleiro com chantilly. Só vos posso dizer que esta versão é extramente gulosa. Optei por utilizar metade da massa para fazer um brioche simples.

copy011

Tarte tropézienne {mini}

{brioche}

  • 270g de farinha
  • 50g de açúcar amarelo
  • 50ml de leite morno
  • 10g de fermento padeiro
  • 3 ovos
  • 90g de manteiga c/ sal, amolecida
  • 1 c. (sopa) de água de flor de laranjeira
  • 1 pitada de sal

{creme diplomate}

  • 4 gemas
  • 500ml de leite
  • 100g de açúcar
  • 55g de Maizena
  • 1 vagem de baunilha (ou essência)
  • 1 pitada de sal
  • 3 folhas de gelatina
  • 20g de manteiga
  • 120ml de natas p/ bater, bem frias

{Creme diplomate}

Demolhar a gelatina em água fria e reservar.

Thermomix - Bimby: No copo, colocar o leite, as sementes da vagem de baunilha raspadas e os restantes ingredientes, excepto a manteiga. Programar 10Min/90º/vel.4 ou mais, até ficar espesso. Com a vel.4 ligada, adicionar pelo bocal a manteiga e a gelatina previamente demolhada e espremida e misturar 25 segundos. Colocar num recipiente e tapar com película aderente de forma a que esta fique colada ao creme. Deixar arrefecer e colocar no frigorífico até usar.

Tradicional: Levar ao lume o leite com o sal e a vagem de baunilha aberta e raspas (ou essência) até começar a levantar fervura. Entretanto, numa tigela misturar os ovos com o açúcar e a Maizena com um fouet. Juntar o leite bem quente, pouco a pouco, mexendo sem parar e levar de novo ao lume para engrossar e até obter um creme espesso e liso. No final juntar a manteiga e a gelatina bem espremida e misturar vigorosamente com o fouet. Colocar num recipiente e tapar com película aderente de forma a que esta fique colada ao creme. Deixar arrefecer e colocar no frigorífico até usar.

Bater as natas em chantilly com umas gotas de sumo de limão. Quando o creme pasteleiro estiver bem frio, envolver delicadamente as natas batidas com uma espátula. Reservar no frigorífico até usar.

 

{Brioche}

Máquina de fazer pão: Colocar na cuba o leite, o fermento desfeito, os ovos, o açúcar, a essência. Espalhar a farinha por cima. Selecionar o programa “Massa”. Quando se formar uma bola, juntar o sal e a manteiga aos bocados e deixar amassar até ao final do programa. Se necessário acrescentar mais um pouco de farinha. Deixar levedar 1h dentro da cuba  ou até dobrar de volume.

Thermomix - Bimby: Colocar no copo o leite,o fermento desfeito, os ovos, o açúcar, a essência e programar 20seg/Vel 2. De seguida adicionar a farinha e o fermento desfeito e programar 6min/Vel espiga. Juntar o sal e a manteiga e programar 6min/Vel espiga (Se necessário juntar mais um pouco de farinha). Formar uma bola e reservar num recipiente tapado cerca de 1h ou até dobrar de volume.

Tradicional: Num recipiente, misturar o leite, o fermento desfeito, os ovos, o açúcar e a essência. Espalhar a farinha por cima e misturar com uma colher de pau. Amassar bem manualmente até conseguir formar uma bola. Juntar o sal e a manteiga aos poucos e amassar até ficar completamente integrada. Formar uma bola e deixar a massa a levedar 1h ou até dobrar de volume, tapada num local abrigado.

Colocar a massa na bancada, amassar um pouco de forma a retirar-lhe o ar, formar uma bola, envolver em película aderente e refrigerá-la 2h (deixei a noite toda).

Retirar a massa do frigorífico, amassar um pouco e esticá-la com um rolo formando um círculo com 30cm. Com um cortador redondo ou um copo (com 10cm de diâm) formar vários círculos de massa e transferi-los para um tabuleiro forrado com papel vegetal, deixando algum espaço entre eles. Deixar dobrar de volume à temperatura ambiente. Antes de colocar no forno pincelar com gema de ovo. Colocar em forno pré-aquecido a 170ºC cerca de 20 a 30 minutos. Deixar arrefecer completamente.

{montagem}

Cortar as brioches ao meio e rechear com bastante creme, cobrir e reservar no frigorífico. Polvilhar com açúcar em pó e servir.

copy023copy027copy032copy033copy042copy074copy084

22 comentários :

  1. Que maravilha, uma verdadeira violência para os meus olhos.
    Adorei e tenho de experimentar fazer.
    Bj

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Filipa, vale a pena experimentar :)
      Bjinhoos

      Eliminar
  2. Que aspecto mais delicioso!!
    Deve ser muito, mas mesmo muito bom!!
    Beijinhos e um bom fim de semana!:)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isabel, o creme só por si já o é, depois com a brioche é Top!
      Obrigada pela visita e bom fim de semana :)
      Bjinhoos

      Eliminar
  3. Patricia, me parece impresionante esta receta y como la has presentado! A ver si encuentro un hueco y la hago porque de verdad que me ha encantado...
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eva, também adorei o efeito desta tábua azul na foto, realça bem estas delícias :)
      Experimenta, vais gostar.
      Um beijo.

      Eliminar
  4. Ai, ai, ai!! Mas quem foi que teve de se sacrificar e dar aquela dentada?! Que chatice...ossos do ofício!
    Delicioso como sempre.
    beijinhos,
    Amélia

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ah ah... Essa é a melhor parte Amélia :)
      Obrigada e bjinhos

      Eliminar
  5. Que bonitas! Fiquei com imensa vontade de provar 😊

    ResponderEliminar
  6. Que maravilha!!!

    vc usou o fermento fresco ou em sachê?

    obrigada.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Grazi :) usei fermento fresco.
      Obrigada!
      Bjinhoos

      Eliminar
    2. desculpe incomodá-la de novo , saberia me dizer a quantidade do seco ?

      muito obrigada!!!

      Eliminar
    3. Grazi, nunca uso o seco mas deve-se ver pelo peso em farinha, penso que será metade de um sachê, veja na embalagem para 250g de farinha.
      Espero ter ajudado.
      Bjinho

      Eliminar
  7. Patricia,cheguei para conhecer seu cantinho e fiquei encantada com todas as delicias que preparas. Essa tarte parece espetacular,ja estou levando a receita! Querida,uma linda semana para voce,beijinhos,Katia.

    ResponderEliminar
  8. Lindo Patrícia!
    Imagino-me em Saint Tropez à beira da água a comer uma coisa fofa dessas.
    Lindas como sempre. Um beijinho.

    ResponderEliminar
  9. Ai nossa senhora, nem sei o que te diga mais!!! MARAVILHOSO! beijo

    ResponderEliminar
  10. Que aspeto maravilhoso! Como sempre :)
    Beijinho

    ResponderEliminar
  11. São divinais Patrícia. Já olhei para estas fotos algumas 100 vezes e não consigo parar de salivar.
    Perfeitas e mesmo ao meu gosto.
    Só fazes coisas boas e lindas!! A sério. Que inspiração!
    Um beijinho,
    Lia.

    ResponderEliminar
  12. Ola Patricia, esta versao do creme diplomate dá pars rechear outro tipo de bolos, não fica espesso depois de frio ? Obrigado Joana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, este creme não fica sólido e é ótimo para rechear :)
      Um bjinho

      Eliminar
  13. Pode usar qualquer farinha ou tem que que ser alguma especial.

    ResponderEliminar

Obrigada pela visita...
Comentários, dúvidas ou sugestões são sempre bem vindos!