Tarte de alfarroba {do Algarve}

copy042

Andava há muito tempo à procura da receita original da tarte de alfarroba, uma especialidade aqui do Algarve. Acabei por encontrar uma no Forum Bimby, que pelos vistos é uma das versões originais. Há também uma que leva figo mas preferi esta e adaptei-a ao meu gosto. É uma tarte rica em sabores, húmida, intensa e de uma textura irresistível. Para ser saboreada com uma bola de gelado de nata e baunilha. Os aromas ficam mais apurados nos dias seguintes. Aprovadíssima!

copy030

 

Tarte de alfarroba {do Algarve}

Adaptada do Forum Bimby

   Massa

  • 25g de farinha de alfarroba
  • 75g de farinha
  • 60g de açúcar em pó
  • 50g de manteiga
  • 1 pitada de sal
  • 1 ovo

   Recheio

  • 180g de açúcar amarelo
  • 50g de farinha de alfarroba
  • 35g de cacau em pó, de boa qualidade
  • 75g de amêndoa moída
  • 4 gemas
  • Raspas de 1 limão
  • 2 c. (sopa) de manteiga, derretida
  • 1 c. (café) de pasta de baunilha ou extracto a gosto
  • 1 pitada de canela
  • 1 chávena de água fria
  • 1 pitada de sal
  • Cacau p/ polvilhar

 

Massa

  1. Num recipiente, juntar os ingredientes e misturar manualmente até obter uma massa moldável.Obterá uma massa molinha. (Thermomix-Bimby: Misturar todos os ingredientes na vel.3-4).
  2. Forrar uma forma de 25cm com fundo amovível com a massa. Não precisa estender, basta pressionar bem com os dedos ou uma espátula de forma a cobrir a forma.
  3. Levar uns 10 a 15 minuto ao forno pré-aquecido a 180º. Retirar e reservar.

Recheio

  1. Numa taça bater as gemas com o açúcar e a água durante 1,5 min. (Thermomix-Bimby: Bater 1,5min/vel.5).
  2. Depois juntar as farinhas (alfarroba, cacau e amêndoa), a canela, a baunilha, o sal, as raspas e a manteiga e bater até ficar homogéneo. (Thermomix-Bimby: Bater 50seg/vel.4).
  3. Deitar na tarteira e levar ao forno entre 30 a 45minutos (testar com um palito). Fica firme mas meio húmida.
  4. Deixar arrefecer, desenformar e polvilhar com cacau. Servir no dia seguinte e de preferência com uma bola de gelado de nata ou baunilha.

Nota: Podem ver o passo a passo aqui.

copy046

copy031

copy048

copy049

copy058

copy065

copy073

copy070

20 comentários :

  1. Adoro alfarroba e esta receita não me vai escapar. Obrigada pela partilha.

    ResponderEliminar
  2. Estou absolutamente encantada com esta tarte Patricia e levo a receita, pois não lhe resisto.
    Adoro alfarroba e esta cor e conjugação deixaram-me hipnotizada.
    As fotos estão lindas de morrer, mas isso não é novidade por aqui. Parabéns por mais esta belíssima criação.
    Beijinhos,
    Lia.

    ResponderEliminar
  3. E como resistir a uma beldade destas?! Está tão apetecível, que apetece largar tudo e ir a correr para fazer. Adoro alfarroba, aliás adoro tudo o que leva alfarroba. Mas vou mais longe, adoro os doces do Algarve, acho que são dos meus preferidos de sempre. Alfarroba, amêndoa, figo, são coisas que me assistem e pela quais me derreto. Adoro a cor desta tarte e a textura está de babar...
    Mais uma receita 5**** Parabéns Patricia! Beijinho.

    ResponderEliminar
  4. Que bom aspeto!!! Vou levar a receita, vai de certeza fazer parte do próximo aniversário lá de casa.

    ResponderEliminar
  5. Bem, quanto a julgar pelo aspeto deve ter ficado para lá de deliciosa. E eu aposto que até engava o homem lá em casa e fazia-o pensar que era de chocolate tal a cor intensa dela :D
    Adorei.
    Beijinho grande

    ResponderEliminar
  6. Olá Patrícia!
    Já comprei alfarroba para experimentar. Agora a ver esta tua maravilhosa tarte, confesso que ainda me deu mais vontade de fazer alguma coisa! Acho que fiquei inspirada!
    Hum... que coisa boa! O Algarve tem de facto coisas que eu adoro como os figos, amêndoa e alfarroba.
    Apresentação notável como sempre!
    Uma grande beijinho

    ResponderEliminar
  7. Ficou linda e sendo húmida agrada-me e muito
    Bom fim de semana
    bjs

    ResponderEliminar
  8. ficou com óptimo aspecto!
    Beijinhos,
    http://sudelicia.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  9. Muy original y con un aspecto delicioso¡¡¡¡ besos

    ResponderEliminar
  10. Que cor intensa! Deve ser maravilhosa ;)
    Babette

    ResponderEliminar
  11. Ficou absolutamente perfeita!! :D Muito bom mesmo, e logo eu que adoro alfarroba...
    -
    Diogo Marques
    Blog: A culpa é das bolachas! | Facebook | Instagram
    -

    ResponderEliminar
  12. AI NOSSSA SENHORRRA! Estão lindas as imagens Patrícia, acho que te estas a dar muito bem com a tua nova máquina! Provei alfarroba pela primeira a semana passada, acreditas... Fiz um bolo da Naida e fiquei tão fan, adorei o sabor... essa tarde deve ter ficado divinal.

    ResponderEliminar
  13. Experimentei e adorei! A única alteração que fiz foi substituir a manteiga por óleo de amendoim, e servi-a com figos em calda de especiarias. Ficou divinal!

    ResponderEliminar
  14. Adoro esta tarte!
    Mas como também gosto da versão com figo, é possível divulgar a receita que encontrou?
    Obrigado pelas receitas fantásticas!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Maria, não fixei nenhuma receita com figo mas vi várias no google, procure pela foto que mais gostar.
      Obrigada!
      Bjinhoos

      Eliminar
  15. Maravilhosa! Adoro o detalhe que coloca no seu trabalho.
    Uma receita a experimentar.

    sentateeprova.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  16. Tem um aspecto maravilhoso!Para dizer a verdade,todo o seu trabalho é bonito,e mais ainda muito apetecível...;-)

    http://aromasdaria.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  17. Olá Patrícia!
    Adoro o aroma da alfarroba e esta tarte é digna de ocupar aqui um lugar. Preparei-a à pouco, mas ao derreter a manteiga, achei que estava com uma temperatura superior ao conveniente e fui por no congelador( seria por segundos) a tarte foi para o forno... e a manteiga ficou. Resultado: a crosta estalou um pouco, amanhã quando abrir veremos. Só achei que o creme quando o coloquei na tarteira chegou mesmo ao cimo da forma (a medida da forma era de 25 cm). Possivelmente amanhã repetirei. Considero que as raízes da nossa gastronomia deveriam também ser protegidas... esta tarte encantou-me e espero poder colocá-la brevemente meu blog, sem que tenha perdido o aspecto da tarte que aqui encontrei. Parabéns, gostei muito.
    Beijinho

    ResponderEliminar
  18. Olá!
    Tem muito bom aspeto! Assim que puder vou experimentar.
    Cumprimentos,
    omeubolog.wordpress.com

    ResponderEliminar
  19. Olá Patrícia!
    Estou de volta.. após ausências prolongadas por motivos de saúde, partilhei esta sua receita. Ainda precisa de ajustes de tempos de forno, mas é realmente uma verdadeira delícia. Quanto à apresentação Patrícia, também o meu humilde blog não a pode acompanhar.
    Obrigada por partilhar excelentes receitas e pela qualidade das apresentações.
    Um beijinho

    ResponderEliminar

Obrigada pela visita...
Comentários, dúvidas ou sugestões são sempre bem vindos!