Coroa de erva-doce e canela

Fiz esta coroa na Páscoa. É uma espécie de folar, com massa de brioche aromatizada com erva doce e enrolada com um delicioso e abundante recheio de canela. Faz lembrar os cinnamon rolls. Escusado será dizer que foi muito apreciada e que desapareceu num instante. Bem sei que não veio a tempo da Páscoa mas fica como sugestão para adoçar estes fins de semana prolongados. Por aqui costuma-se picnicar nestes dias, na serra Algarvia. E o folar não pode faltar!

 

Coroa de erva doce e canela

  • 300g de farinha
  • 1 pitada de sal
  • 1 c. (café) de erva doce
  • 10g de fermento fresco
  • 120ml de buttermilk*
  • 40g de açúcar
  • 1 gema
  • 30g de manteiga amolecida

Recheio

  • 50g de manteiga
  • 80g de açúcar amarelo
  • 20g de canela

 

*Para o buttermilk, colocar 120ml de leite numa taça e juntar 1 colher de sopa de limão. Deixar em repouso 10 minutos até coalhar.

Se usar fermento seco, convém diluir o mesmo num pouco de leite morno e depois juntar.

 

Máquina de Pão (MFP)

Na cuba colocar o buttermilk, a gema, a manteiga amolecida, o açúcar, a erva doce, o fermento desfeito e cobrir com a farinha e o sal. Programa amassar. Deixar a massa dobrar de volume (ou acabar o programa).

Thermomix-Bimby

Colocar no copo o buttermilk, o fermento, o açúcar, a manteiga e a erva doce e programar 2min/37º/Vel 2. Juntar a gema e misturar 10 seg/ Vel 2. De seguida adicione a farinha com o sal  e programe 8 min/ Vel espiga. Se necessário acrescentar mais um pouco de farinha. Deixar levedar no copo tapado cerca de 1h30.

Tradicional

Numa taça misturar o buttermilk,  a manteiga amolecida, a erva doce,  o açúcar, o fermento. Adicionar a gema e misturar. Cobrir com a farinha previamente misturada com o sal. Amassar tudo muito bem até obter uma bola. Colocar num recipiente, tapar com um pano e deixar levedar cerca de 1h30.

Depois:

Podem ver o passo-a-passo aqui neste link.

Numa taça misturar a manteiga com o açúcar e a canela, até obter uma pasta. Colocar a massa na mesa e amassar ligeiramente de forma a retirar o ar. Estender a massa em forma de retângulo (40x30cm) numa superfície enfarinhada. Espalhar a pasta de canela por toda a superfície, com a ajuda de uma colher de sopa (costas), deixando uma margem de 2 cm nas extremidades. Enrolar a massa (pelo lado maior) até formar um rolo. Cortar o rolo ao meio no sentido do comprimento, de forma a obter duas partes compridas e iguais. Enroscar as 2 partes, deixando sempre o corte à vista. Colocar dentro de uma forma redonda (forrada com papel vegetal), formando uma coroa e deixar levedar cerca de 15 minutos. Enquanto isso, ligar o forno a 180ºC. Quando estiver quente, colocar  a forma e cozer durante cerca de 25 a 30 minutos (testar com o palito).

Panna cotta de rosa e framboesa

As manhãs por aqui estão solarengas, amenas, coloridas e perfumadas. Que prazer é acordar e poder comtemplar um jardim de rosas no seu auge, de várias cores e sentir uma brisa com aroma de flor de laranjeira que tanto adoro… um paraíso. É sem dúvida a minha estação favorita.

Para esta Páscoa, pensei numa sobremesa a condizer, primaveril, bem perfumada e colorida, com dois aromas que, quando se juntam, fundem-se num só. Por ter adorado estes cupcakes  e este iogurte, trago-vos esta panna cotta  de rosa e framboesa, divina!

Boa Páscoa!

Panna cotta de rosa e framboesa

Pannacotta

  • 400ml de natas
  • 250ml de quark
  • 300ml de leite
  • 120g de açúcar
  • 4 saquetas de cuajada* (Royal)
  • 3 c. (chá) de água de rosa p/ culinária
  • 1 c. (café) de extracto de baunilha

  Coulis

  • 150g de framboesas
  • 1 c. (sopa) de sumo de limão
  • 1 c. (chá) de água de rosa
  • 2 a 3 c. (sopa) de açúcar (ou mais)

* Poderá encontrar cuajada da Royal, nos hipermercado (produtos para sobremesas), assim como nos supermercados do El Corte Inglés. Caso não tenha, pode substituir por folhas de gelatina, o suficiente para 1l.

 

Thermomix - Bimby:

Para o coulis, colocar todos os ingredientes no copo. Programar 10min/varoma/vel.2. No final do tempo programe 20seg/vel7. Reservar.

Depois, sem lavar o copo, colocar os ingredientes para a panna cotta e programar 15 min/90º/vel 4. No final do tempo, programar a bimby na vel. 3 e ir juntando metade do coulis pelo bocal. Misturar uns segundos. (Reservar o restante para a cobertura). Coar para retirar as grainhas. Despejar para uma forma e levar ao frio para solidificar. Quando estiver completamente solidificado, desenformar e decorar a gosto com o restante coulis e framboesas.

Tradicional:

Para o coulis, colocar todos os ingredientes num tacho ao lume durante cerca de 10 minutos, misturando sempre com um fouet. Triturar com a varinha mágica. Reservar.

Num tacho colocar o leite, o conteúdo das saquetas de cuajada e misturar bem com um fouet. Juntar a água de rosa, a baunilha, as natas, o quark, o açúcar e misturar com um fouet até ficar homogéneo. Por fim juntar metade do coulis. Levar a lume brando, mexendo sempre, até engrossar ligeiramente, sem deixar ferver. Coar para retirar as grainhas. Despejar para uma forma e levar ao frio para solidificar. Quando estiver completamente solidificado, desenformar e decorar a gosto com o restante coulis e framboesas.

 

Tarte bouquet de rosas

Para celebrar a primavera trago uma tarte em forma de bouquet de rosas inspirada na receita do Chef Alain Passard. É uma receita simples, leve mas requer uma dose de paciência e de preferência o uso de uma mandolina para conseguir laminar e moldar as maçãs. O efeito final compensa o trabalho. A massa areada é de amêndoa e optei por não fazer recheio no entanto ficará ótima com uma camada fina de compota de alperce ou maçã na base. Pode ser acompanhada com uma bola de gelado ou regada com molho toffee.

Tarte bouquet de rosas

Inspirada na tarte bouquet de roses de Alain Passard

Massa areada

  • 130g de farinha
  • 60g de amêndoa moída
  • 60g de manteiga magra
  • 80g de açúcar
  • 1 ovo
  • 1 pitada de sal
  • 1 c. (sob.) de pasta ou extracto de baunilha

Rosas

  • 3 a 4 maçãs grandes bem vermelhas
  • Açúcar em pó + canela q.b.
  • 30g de manteiga derretida
  • Sumo de 1 limão

 

Massa areada

Thermomix- Bimby: Pulverizar o açúcar uns segundos na vel. 9. Colocar os restantes ingredientes no copo e misturar uns segundos na Vel. 4, até conseguir moldar uma bola (não pegajenta). Se necessário adicionar mais farinha. Envolver em película aderente e reservar no frigorífico 15 min.

Tradicional: Num recipiente, misturar a farinha, a amêndoa moída, o açúcar e o sal. Juntar a manteiga aos bocados, o ovo, a baunilha e trabalhar manualmente até conseguir formar uma bola não pegajenta. (Se necessário, juntar mais farinha). Envolver em película aderente e reservar no frigorífico durante 15 min.

Estender a massa e forrar uma tarteira. Picar com um garfo e reservar até usar.

Rosas de maçã

Preparar uma taça com água e sumo de meio limão. Lavar bem as maçãs, cortar em quartos (uma de cada vez para não escurecerem) e retirar os caroços. Com uma mandolina (ou descascador de batatas) laminar cada quarto de maçã o mais fino possível (encostando um dos lados do quarto de maçã à base da mandolina). Proceder rapidamente e colocar as lâminas dentro da taça de água, para não escurecerem. As lâminas deverão ficar com cerca de 1mm de casca vermelha, de forma a fazer o efeito da rosa. Escorrer as lâminas e secá-las em cima de papel de cozinha. Escaldar umas quantas lâminas em água a ferver (ou passar uns segundos no microondas)  e secar com papel de cozinha. Estas serão para formar o centro da rosas, ficarão mais moldáveis depois de escaldadas.

Com muita paciência, começar por enrolar uma lâmina de maçã (escaldada) na base da forma e ir colocando lâminas à volta até formar uma rosa do tamanho que desejar. Repetir a operação até preencher a forma. Pincelar com manteiga derretida e polvilhar com uma mistura de açúcar em pó e canela.

Levar ao forno, pré-aquecido a 180ºC, durante cerca de 30 a 35 minutos, até ficar meio dourada.

Bolachas tipo tartelette de morango

Os meus morangueiros estão muito atrasados…enquanto espero vou comprando morangos no mercadinho de pequenos produtores, daqueles bem pequeninos mas muito saborosos. Chamam-lhe o morango Algarvio. E no sábado passado este foi o lanche cá em casa. Apeteceu-me umas bolachinhas e pensei logo numa compota de morango que serviria também para acompanhar uns iogurtes de coco. Acho que não foi lá grande ideia…se vos disser que não consegui resistir e que desapareceram todas, uma atrás da outra. As bolachas de amêndoa e baunilha já por si são deliciosas. E com a compota mais o iogurte são irresistíveis…

Bolachas tipo tartelette de morango

Bolachas

  • 130g de farinha
  • 40g de amêndoa moída
  • 60g de manteiga magra
  • 60g de açúcar
  • 1 ovo
  • 1 pitada de sal
  • 1 c. (sob.) de pasta ou extracto de baunilha

Compota de morango

  • 200g de morangos (+ 50g para laminar)
  • 1 c. (sopa) de sumo de limão
  • 3 c. (sopa) e açúcar amarelo

Iogurte de coco (receita aqui)

 

Bolachas

Thermomix-Bimby:  Pulverizar o açúcar. Adicionar os restantes ingredientes e processar 30seg/vel.3. Se necessário misturar mais uns segundos. Formar uma bola com as mãos. Envolver em película aderente e reservar uns 20 minutos no frigorífico.

Tradicional: Colocar a farinha peneirada numa taça, a amêndoa moída e fazer uma covinha no meio e colocar lá a manteiga amolecida. Misturar e esfarinhar com as pontas dos dedos. Juntar o sal, a baunilha, o ovo e amassar com as pontas dos dedos até ficar homogéneo e conseguir formar uma bola. Envolver em película aderente e reservar uns 20 minutos no frigorífico.

Compota de morango

Thermomix-bimby: Colocar os ingredientes no copo e programar 10 min/varoma/vel.2, ou mais uns minutos até obter uma compota consistente.

Tradicional: Colocar a fruta, o açúcar e o sumo num tachinho e levar ao lume uns minutos até a água evaporar e obter uma compota meio consistente. Deixar arrefecer.

Estender a massa, e com um copo ou cortador, formar bolachas e colocar num tabuleiro forrado com película aderente. Picar com um garfo e levar uns 10 minutos ao frigorífico. Retirar e espalhar um pouco de compota no meio de cada bolacha. Decorar com morangos laminados e levar ao forno até ficarem douradinhas. Deixar arrefecer no tabuleiro e servir.