Tartes merengadas de maracujá, baunilha e chia {no copo}

Maracujá, o fruto da paixão é das frutas que mais gosto e que tornam qualquer sobremesa decadente. Inspirada na sugestão da querida Inês do adorável Ananás e Hortelã, transformei uma tarte famosa aqui do blog, a tarte de passion curd, numa deliciosa e prática sobremesa de copo. Melhorei a receita do curd que ficou ainda mais guloso com a baunilha e com uma bela consistência graças às sementes de chia. O resultado só podia ser apaixonante. É mesmo muito difícil de resistir.

 

Tartes merengadas de maracujá, baunilha e chia {no copo}

(Inspiradas nos blogs Ananás e Hortelã e Drizzle and Dip)

Base de bolacha

  • 100g de bolacha (usei Petit Beurre)
  • 30g de manteiga

Creme

  • 120ml de polpa de maracujá (7 maracujás aprox.)
  • 150g de açúcar
  • 3 ovos + 2 gemas
  • 75g de manteiga magra
  • 75ml de natas (light)
  • 1 c. (sob.) de Maizena
  • 2 c. (sob.) de sementes de chia
  • 1 c. (sob.) de pasta de baunilha ou 1 vagem raspada
  • 1 c. (sopa) de sumo de limão

Merengue

  • 2 claras (à temperatura ambiente)
  • 50g de açúcar
  • 1 c. (sob) de sumo de limão

Nota: Para quem não gosta de sentir as sementes de maracujá, poderá usar polpa de maracujá de compra. Ou então comprar o dobro da fruta e filtrar o sumo de forma a obter a quantidade necessária (120ml).

Base de bolacha

Thermomix – Bimby: Colocar as bolachas no copo e pulverizar uns segundos na vel. 9. Juntar manteiga e misturar 15 seg /vel. 6.

Tradicional:Triturar as bolachas. Juntar manteiga derretida e misturar bem.

Espalhar a bolacha uniformemente no fundo dos copos.

Curd de maracujá, baunilha e chia

Thermomix-Bimby: Colocar no copo todos os ingredientes e misturar 20 seg /Vel 4. Programar 8min/90º/Vel 3.

Tradicional: Num tacho de fundo espesso, bater os ovos + gemas com o açúcar até obter uma mistura homogénea. Juntar a polpa de maracujá, o sumo de limão, as natas, a baunilha, as sementes de chia, a manteiga e o amido de milho e levar a lume médio-baixo, mexendo sempre com um fouet, até engrossar.

Colocar o curd numa taça e tapar com película aderente colada ao creme. Deixar arrefecer.

Merengue

Thermomix-Bimby: Colocar a borboleta no copo e juntar as claras, o sumo de limão. Programar  3min./vel.3. Quando formar uma espuma, juntar metade do açúcar pelo bocal, quando ficar mais firme juntar o restante açúcar. Bater até obter um merengue firme.

Tradicional: Numa tigela em vidro ou inox, colocar as claras e sumo de limão e bater até formar picos moles, nessa altura juntar metade do  açúcar e continuar a bater. Assim que formar picos mais firmes, juntar o restante açúcar e bater cerca de 5 minutos até obter um merengue firme.

Montagem

Espalhar uma camada de bolacha no fundo de cada copo. Colocar uma camada de curd e com a ajuda de um saco pasteleiro espalhar o merengue por cima da tarte. Queimar com um maçarico.

 

Barritas de sésamo e mel

Gosto muito de sementes, seja nos bolos, bolachas, no pão, nas saladas ou em snacks. Há algum tempo que queria experimentar estas barritas e fiquei encantada com estas do adorável blog Violeta Pasat, que tem receitas com passo-a-passo e fotos de cortar a respiração. Adaptei a receita e a única alteração que fiz foi substituir parte do açúcar por mel. É uma receita fácil, rápida e conservam-se durante bastante tempo. Gosto de acompanhar o meu café com uma barrita destas. Além disso estas sementes são preciosas a nível nutricional.

Barritas de sésamo e mel

Adaptada do blog Violeta Pasat

Para 20 barritas (aprox.)

  • 180g de açúcar branco
  • 2 c. (sopa) de mel (usei bio)
  • 200g de sésamo
  • 2 c. (sopa) de sumo de limão
  • 1 c. (café) de pasta de baunilha/extracto (opcional)

(Podem ver o passo a passo aqui)

Forrar uma forma quadrada de 25 x 25 aproximadamente, com papel vegetal. Colocar o sésamo numa frigideira e torrar até que fiquei ligeiramente dourado. Reservar.

Num tacho pequeno de fundo espesso, adicionar o açúcar com 1 colher de sopa de água mais o sumo de limão e levar a lume brando, mexendo constantemente, até formar um caramelo muito clarinho. Nessa altura juntar o mel e mexer bem. Acrescentar de imediato as sementes de sésamo e a baunilha e misturar até ficar homogéneo. Colocar dentro da forma e alisar rapidamente com a ajuda de uma colher de sopa molhada.

Deixar arrefecer e assim que estiver morno, colocar numa tábua de madeira e cortar em quadrados ou barritas. Envolver em papel vegetal e guardar numa lata ou caixa hermética. Duram bastante tempo.

Mil folhas de morango

Já cheira a primavera e só penso em frutos vermelhos. Nestes lindos dias de sol tenho me dedicado à terra e na horta já plantei mirtileiro, framboeseiro, groselheira vermelha e negra, morangueiros e lavanda. Finalmente os meus ruibarbos já nasceram, graças à querida Naida do adorável Frango do Campo.  O mirtileiro já está a florir :) É um prazer enorme vê-los crescer. Agora é cuidar e esperar.

E porque já apetece sobremesas alegres, frescas e primaveris trago-vos este lindo mil-folhas. É simples, prático e surpreenderá quem o provar. A massa fica estaladiça e o contraste com o creme e os morangos é uma deliciosa tentação.

Mil folhas de morango

Mil folhas

  • 2 bases de massa folhada
  • 400g de morangos

Creme pasteleiro

  • 550ml de leite
  • 2 ovos + 1 gema
  • 100g de açúcar
  • 55g de Maizena (amido de milho)
  • 20g de manteiga
  • 1 vagem de baunilha

   Glacé

  • 1 clara de ovo
  • 150 a 200g de açúcar em pó
  • Corante vermelho

 

Pré-aquecer o forno a 200ºC. Entretanto preparar 1 ou 2 tabuleiros forrados com papel vegetal. Cortar 3 rectângulos de massa folhada do mesmo tamanho. Colocar os rectângulos de massa folhada no tabuleiro, picar bem com um garfo e cobrir com papel vegetal. Levar ao forno e nos primeiros minutos quando a massa começar a crescer colocar outro tabuleiro por cima para a massa folhada ficar bem direitinha e fina. Passado uns minutos retirar o tabuleiro e deixar dourar. Retirar e deixar arrefecer completamente.

 

Creme pasteleiro

TMX-Bimby: No copo da Bimby, colocar o leite e os restantes ingredientes incluindo as grainhas da vagem de baunilha Programar 10 min./temp.90º/vel.4.

Tradicional: Levar ao lume o leite com as grainhas da vagem de baunilha. Entretanto, numa tigela misturar os ovos com o açúcar e a maizena com um fouet. Juntar este preparado ao leite quente, mexendo sem parar até engrossar. Juntar a manteiga e mexer bem até obter um creme espesso e liso.

Colocar num recipiente e tapar com película aderente de forma a que esta fique colada ao creme. Deixar arrefecer e colocar no frigorífico.

 

Glacé:

Numa taça bater a clara com um garfo. Juntar o açúcar em pó peneirado, gradualmente e misturar bem com um fouet até obter a consistência desejada. Retirar duas colheres de sopa de glacé para outra taça, juntar o corante e misturar.

 

Montagem

Num prato de servir, colocar um rectângulo de massa folhada. Com um saco pasteleiro, preencher com o creme e colocar metades de morango por cima. Colocar mais creme por cima e cobrir com outro rectângulo. Proceder da mesma forma com o restante creme e morangos. Por fim cobrir com o último rectângulo. Espalhar bem o glacé por cima. Com um cone de papel vegetal ou seringa fazer uns riscos com o glacé vermelho, no sentido do comprimento. Com um palito fazer uns riscos no sentido da largura, começando de um lado e continuando no outro, assim sucessivamente. Colocar no frigorífico umas horas para solidificar.

Mil crepes

Hoje é dia de crepes e trago-vos uma espécie de mil folhas, neste caso mil crepes. Imaginei-o assim, como um bouquet de rosas e recheado com creme pasteleiro de baunilha. É um bolo muito original e guloso. Adorei cortar cada fatia e ver o efeito às riscas com o creme a sobressair entre cada camada. É pura delícia, não fosse eu apaixonada por crepes e creme pasteleiro. O recheio pode ser outro qualquer, com chocolate seria também uma bela tentação.

Mil crepes

   Crepes

  • 250g de farinha
  • 4 ovos
  • 30g de açúcar
  • 500ml de leite
  • 50g de manteiga
  • 1 c. (chá) de pasta de baunilha ou extracto
  • 1 c. (sopa) de rum (opcional)
  • Raspas de limão

   Creme pasteleiro de baunilha

  • 450ml de leite
  • 100ml de natas
  • 3 ovos
  • 100g de açúcar
  • 45g de Maizena (amido de milho)
  • 20g de manteiga
  • 1 c. (sopa) de rum (opcional)
  • 1 vagem de baunilha

 

Crepes

Usei uma frigideira de 20cm.

TMX-Bimby: Colocar o leite, a manteiga e programar 4 min/37º/vel2. Colocar os restantes ingredientes no copo e misturar uns segundos na vel. 3/4, até ficar homogéneo.

Tradicional: Aquecer um pouco o leite com a manteiga, até ficar morninho. Misturar os ingredientes secos. Bater os ovos, juntar o leite morno, a baunilha, o rum e misturar. Com a batedeira, misturar os ingredientes secos com os líquidos até obter uma massa homogénea.

Aquecer uma frigideira pequena anti-aderente. Embeber um pouco de papel cozinha em óleo e passar na frigideira (repetir esta operação entre cada crepe). Verter uma porção de massa (meia colher de concha). Com uma espátula descolar as laterais e assim que estiver dourada virar do outro lado e deixar dourar. Continuar o processo até terminar a massa.

Creme pasteleiro

TMX-Bimby: No copo da Bimby, colocar o leite, as natas e os restantes ingredientes incluindo as grainhas da vagem de baunilha  Programar 10 min./temp.90º/vel.4.

Tradicional: Levar ao lume o leite e as natas com as grainhas da vagem de baunilha. Entretanto, numa tigela misturar os ovos com o açúcar e a maizena com um fouet. Juntar este preparado ao leite quente, mexendo sem parar até engrossar. Juntar a manteiga e o rum, mexer bem até obter um creme espesso e liso.

Colocar num recipiente e tapar com película aderente de forma a que esta fique colada ao creme. Deixar arrefecer.

Montagem

Num prato de servir, colocar um crepe e barrar com uma colher de sopa de creme. Repetir a operação até sobrarem 2 crepes. Enrolar os crepes restantes e cortar vários rolinhos com cerca de 1cm. Decorar o bolo e reservar no frigorífico umas horas. (De preferência a noite toda).