Bica branca de Laza

Bica de Laza é uma receita típica da Galícia, ligada principalmente aos festejos carnavalescos, que já há muito estava na minha lista. O aspecto deste bolo cativa logo à primeira, quer pela sua cor branca, quer pela sua indescritível textura. Lembra o bolo de claras mas na minha opinião ainda fica melhor. Existe outra versão, a bica amarela que leva ovos inteiros. É um bolo simples, perfeito, fofo, húmido e o crocante de açúcar e canela dá-lhe um toque irresistível. Fiquei com vontade de o repetir muitas vezes.

021

Bica branca de Laza

Adaptada do blog Uno de Dos

  • 5 claras, à temperatura ambiente
  • 180g de açúcar
  • 190g de farinha s/ fermento
  • 190ml de natas frescas (+ de 30% m.g.)
  • 1 c. chá de pasta de baunilha ou extracto q.b.
  • Açúcar e canela p/ polvilhar

 

Untar e forrar uma forma rectangular alta (aprox. 20x30cm) com papel vegetal, deixando umas margens.

Thermomix-Bimby: Colocar a borboleta e bater as claras em castelo durante 5 min./temp.37º/vel.3 1/2. Com as claras já montadas, e ainda com a borboleta, programar 3 min./temp.37º/vel.3 e juntar o açúcar e a baunilha pelo bocal gradualmente, até formar um merengue. Reservar numa taça grande. Com o copo bem seco e limpo, bater as natas, sem a borboleta, só com as lâminas, durante 15 a 20 seg. na velocidade 9.

Tradicional:  Começar a bater a claras e quando formar espuma juntar o açúcar e a baunilha pouco a pouco e bater até obter um merengue firme e reservar. Noutro recipiente, bater as natas (bem frias) em chantilly firme e reservar.

Aos poucos, juntar a farinha peneirada às claras e envolver delicadamente, com movimentos circulares de forma a não retirar o ar, até ficar homogéneo. Por fim, envolver o chantilly delicadamente, com movimentos circulares. Colocar na forma, alisar e polvilhar com açúcar e canela. Levar ao forno pré-aquecido a 200ºC. Passado 10 minutos baixar para 180ºC e deixar cerca de 45min. Ao fazer o teste do palito este deverá sair seco. Retirar, deixar arrefecer uns 10 minutos e desenformar.

022

Tatin de pera e baunilha

Pera é uma fruta que nunca falta cá em casa. A favorita do meu filhote. É um fruta que resulta muito bem em tartes e como queria uma sobremesa simples e rápida optei por uma tarte tatin - um clássico francês. Nem me dei ao trabalho de fazer uma massa quebrada mas se preferirem ainda ficará melhor. Prefiro saboreá-la morninha e acompanhei-a com crème fraîche açucarada. Acreditem, é maravilhosa!

 

Tatin de pera e baunilha

    Para uma forma de (22cm)

  • 8 a 9 peras
  • 80g de açúcar
  • 60g de manteiga
  • 1 vagem de baunilha
  • 1 pitada de sal grosso
  • 1 base de massa quebrada
  • Sumo de meio limão
  • água q.b.
  • Crème fraîche (ou gelado) + açúcar (p/ servir)

    Tradicional

  1. Descascar as peras e cortar em metades. Retirar os caroços e regar com sumo de limão.
  2. Derreter o açúcar com umas gotas de limão numa frigideira grande (anti-aderente).
  3. Quando começar a ficar dourado juntar o sal, a manteiga aos cubos e mexer com uma colher de pau.
  4. Juntar a vagem de baunilha aberta e raspada (com as sementes) e as metades de pera.
  5. Cozinhar em lume brando, cerca de 30 min., regando sempre as peras com o molho que se vai formando.
  6. Acrescentar um pouco de água, sempre que o molho reduza e virar diversas vezes as metades de pera.
  7. Quando estiverem macias, retirar do lume.
  8. Forrar uma forma redonda (22cm) com papel vegetal.
  9. Dispor as metades de barriga para baixo na forma, bem juntas e regar com o molho.
  10. Colocar a massa quebrada por cima das peras e aparar deixando cerca de 2cm nas extremidades.
  11. Introduzir as extremidades nas laterais da forma, de forma a cobrir bem as peras.
  12. Levar ao forno cerca de 40 minutos, até a massa quebrada ficar douradinha.
  13. Esperar uns 10 minutos antes de desenformar para um prato ligeiramente maior.
  14. Servir morno com crème fraîche açucarada.

 

Cheesecake de framboesa e pistácio / Raspberry and pistachio cheesecake

Adoro pistácios. E adoro as maravilhosas cores da natureza que se conjugam. O verde pistácio e o vermelho framboesa…uma combinação à qual não resisto tanto na cor como no sabor. Vi-o num blog que adoro e adaptei-o ao meu gosto. O interior é rosa, de framboesa e baunilha. Como gosto dele mais leve, usei mais fromage blanc do que queijo creme Philadelphia. Fica mais cremoso. O pistácio contrasta com o seu lado crocante e um sabor irresistível. Uma bela sugestão para o São Valentim.

 

Cheesecake de framboesa e pistácio / Raspberry pistachio cheesecake

Adaptado do Poires au Chocolat

Base

  • 100g de bolachas (Maria ou digestivas)
  • 20g de pistácios s/ casca
  • 40g de manteiga (usei magra)

Cheesecake

  • 200g de queijo creme tipo Philadelphia
  • 350g de fromage blanc (20%) ou quark
  • 100g de crème fraîche espessa
  • 150g de açúcar amarelo
  • 1 c. (chá) de pasta de baunilha ou 1 vagem raspada
  • 3 ovos
  • 2 c. (sopa) de amido de milho
  • 2 pitadas de sal
  • 1 c. (café) de extracto de baunilha
  • 50g de framboesas

    Cobertura

  • 75g de pistácios s/ casca (= 150g de pistácios c/ casca)
  • 250g de framboesas frescas
  • 2 c. (sopa) de doce de alperce

Forrar a base de uma forma com fundo amovível (20cm) com papel vegetal. Pincelar ligeiramente com óleo vegetal a lateral ou aro da forma. Pré-aquecer o forno a 160º. Colocar um recipiente com água na base do forno (para criar vapor e evitar que o cheesecake fenda durante a cozedura).

Escaldar os pistácios uns segundos em água a ferver e retirar-lhes a pele (opcional). Triturar grosseiramente e reservar.

Thermomix – Bimby:Colocar as bolachas e os pistácios no copo e pulverizar uns segundos na vel. 9. Juntar manteiga e misturar 15 seg /vel. 6. Espalhar a bolacha uniformemente no fundo da forma pressionando com a ajuda de um copo para alisar. Reservar no frigorífico. Entretanto, colocar no copo queijo creme, o crème fraîche, o açúcar, o sal e a baunilha e misturar na vel. 3 até ficar homogéneo. Juntar os ovos um a um, misturando na mesma velocidade entre cada adição. Juntar as framboesas e o amido de milho peneirado e misturar na vel. 3 até obter um creme homogéneo.

Tradicional:Triturar as as bolachas e os pistácios. Juntar manteiga amolecida e misturar bem. Espalhar a bolacha uniformemente no fundo da forma pressionando com a ajuda de um copo para alisar. Reservar no frigorífico. Entretanto, colocar numa taça o  queijo creme, o crème fraîche, o açúcar, o sal e a baunilha e bater até ficar homogéneo. Juntar os ovos um a um, batendo entre cada adição. Juntar as framboesas e o amido de milho peneirado e bater na velocidade máxima até obter um creme homogéneo.

Verter o creme na forma e levar ao forno (na grelha do meio) os primeiros 15 min. a 180ºC e depois  baixar para 160º e deixar cerca de 50 minutos. Deixar arrefecer no forno e colocar no frigorífico durante uma noite. No dia seguinte, desenformar passando uma faca nas laterais da forma. Levar o doce de alperce ao lume com uma colher de sopa ou duas de água até ficar mais diluído. Pincelar as laterais do cheesecake com doce de alperce e com a mão espalhar os pistácios nas laterais até ficar tudo preenchido. Pincelar o topo com doce de alperce, decorar com framboesas e pincelar novamente as framboesas com o doce.

Nota: Uma das regras básicas do cheesecake é prepará-lo de véspera e deixá-lo no minimo 24h no frigorífico antes de servir. Para uma versão mais leve, prefiro usar o queijo creme tipo Philadelphia em menor quantidade e juntar fromage blanc, suissinhos naturais ou quark, que se podem encontrar nos supermercados E.Leclerc, Intermarché, Jumbo, Aldi, Lidl a um preço mais acessível. Fica bem mais leve e menos enjoativo.

Bolo denso de chocolate e avelã {com leite de avelã}

Estes dias frios pedem bolo de chocolate, denso. Funciona como um substituto do sol… aquece o corpo, a alma e ao mesmo tempo estimula o bom humor. Este bolo foi improvisado. Queria usar leite de avelã para lhe realçar o aroma e também pelo facto deste ser cremoso o que permite diminuir a quantidade de manteiga, sem perder o delicioso sabor. Usei chocolate preto de degustação, belga. A consistência do bolo fica tipo brownie, bem húmido e macio e sentem-se bocadinhos de avelã. Fiz numa forma pequena mas alta para obter este efeito. A cobertura é uma ganache à qual acrescentei leite de avelã. Fica como sugestão para o S. Valentim que se está a aproximar.

 

Bolo denso de chocolate e avelã {com leite de avelã}

Bolo:

  • 4 ovos
  • 125g de açúcar amarelo
  • 130ml de leite de avelã
  • 2 c. (sopa) cheias de manteiga (usei magra)
  • 110g de farinha c/ fermento
  • 60g de avelãs moídas
  • 100g de chocolate preto (usei belga do P. Doce)
  • 1 c. (chá) de cacau
  • 1 c. (sob) de pasta de baunilha ou extracto
  • Raspas de fava tonka (opcional)
  • 1 pitada de sal
  • 1 c. (café) de baking soda ou bicarbonato de sódio

Molho:

  • 50g de chocolate preto (usei belga do P. doce)
  • 40ml de natas
  • 30ml de leite de avelã

 

 

Pré-aquecer o forno a 180ºC. Untar bem uma forma de pudim de 16cm (para ficar alto) com manteiga ou margarina e polvilhar com cacau.

Numa taça, misturar a farinha com a avelã moída, o cacau e o bicarbonato. Reservar.

TMX Bimby: Colocar o chocolate no copo e dar uns golpes de turbo, até ficar grosseiramente triturado. Juntar a manteiga e programar 5min/50ºC/vel.2 (ou até estar derretido). Colocar a borboleta. Adicionar os ovos, o açúcar e o sal e bater 4min/vel 3,5. Juntar o leite, as raspas de tonka e a baunilha. Misturar mais uns segundos. Por fim adicionar a mistura de farinha previamente peneirada e e envolver 20seg/vel3.

Tradicional: Derreter o chocolate com a manteiga em banho-maria, misturar e reservar (deixar arrefecer um pouco). Bater os ovos com o açúcar e o sal durante 5 minutos na velocidade máxima. Juntar o leite, as raspas de tonka e a baunilha e bater mais uns segundos. Por fim adicionar a mistura de farinha previamente peneirada e e envolver com um fouet.

Despejar a massa na forma e levar ao forno cerca de 45 minutos. Fazer teste do palito. Esperar uns 5 a 10 minutos antes de desenformar.

Para o molho, levar a natas e o leite ao lume e quando começar a ferver retirar do lume. Adicionar o chocolate partido e deixar derreter uns segundos. Misturar até ficar liso. Espalhar por cima do bolo.