sexta-feira, 14 de junho de 2013

Galette de ruibarbo e framboesa

De volta ao meu Algarve e com um calor daqueles…trago-vos mais uma sugestão com ruibarbo e framboesa. É uma tarte rústica bem fresca e leve, perfeita para servir com uma bolinha de gelado. Fiquei fã de ruibarbo, só é pena ser tão caro e difícil de encontrar, até já estou estou a pensar semear. Usei farinha de espelta e de centeio integral para uma versão mais rica e saudável. Ficou bem crocante e a amêndoa faz toda a diferença. Usei poucas framboesas, só mesmo para dar um toque de cor. A mistura de aromas é indescritível mesmo!

 

Galette de ruibarbo e framboesa

Massa

  • 120g de farinha de espelta (bio)
  • 50g de farinha de centeio, integral (bio)
  • 30g de amêndoa moída
  • 40g de açúcar amarelo
  • 1 pitada de sal
  • 60ml de água fria
  • 70g de manteiga

Recheio

  • 500g de ruibarbo
  • 10 framboesa
  • 180g de açúcar amarelo
  • 1 vagem de baunilha
  • Raspas de fava tonka (opcional)
  • Gotas de sumo de limão
  • 30g de amêndoa moída
  • 1 c. (sopa) de manteiga
  • 1 c. (sopa) de amido de milho

Recheio

Cortar o ruibarbo em troços de 2cm. Numa frigideira colocar o ruibarbo com as framboesas, as gotas de limão, o açúcar, a vagem de baunilha aberta com as sementes e as raspas de tonka. Levar ao lume durante 3 a 5 minutos, até o ruibarbo ficar macio e largar um pouco de sumo. Retirar com uma escumadeira, colocar num prato, polvilhar o amido de milho por cima e envolver bem. Reservar. Guardar o sumo.

Massa

Tradicional: Num recipiente, misturar as farinhas com o açúcar, o sal e a amêndoa moída. Juntar a manteiga aos bocados e trabalhar manualmente, juntando água fria aos poucos, até conseguir formar uma bola. (Se necessário juntar mais farinha). Envolver em película aderente e reservar no frigorífico durante 30min.

Tmx Bimby: Colocar todos os ingredientes no copo, excepto a água e misturar 20seg/vel.4. Juntar a água, aos poucos pelo bocal, somente o necessário para conseguir formar uma bola. Moldar uma bola, envolvê-la em película aderente e reservar no frigorífico 30 min.

Estender finamente a massa em forma de um círculo grande.  Colocá-la num tabuleiro forrado com papel vegetal. Polvilhar a base da massa com amêndoa moída, deixando uma margem de 4 cm à volta. Colocar o ruibarbo no meio e dobrar as extremidades da massa, formando um cestinho. Distribuir bocaditos de manteiga por cima, pincelar as dobras com leite e  polvilhar com açúcar. Levar ao forno pré-aquecido a 180º, durante cerca de 30 a 40 minutos, até a massa ficar dourada e a fruta tenra.

Preparar uma calda com o sumo obtido, levando ao lume, durante uns minutos. Servir com um pouco de calda.

 

 

 

29 comentários :

  1. Que aspecto fantástico, Patricia! Ando já à algum tempo para experimentar o ruibarbo, nunca provei nem sei ao que sabe. Mas nessa tarte, combinados com as framboesas tem um aspecto deliciosooooo. ;)
    Beijinho.

    Célio Cruz

    ResponderEliminar
  2. Pois, eu ainda não encontrei ruibarbo...Queria experimentar a fazer uma delícia assim :)

    ResponderEliminar
  3. É de facto uma pena ser caro e difícil de encontrar, porque de facto é delicioso. E a sua época é curta!

    ResponderEliminar
  4. Tem um aspecto delicioso e bem rústico.Sinceramente,nunca provei ruibarbo mas ando muito curiosa.
    bjns,violeta

    ResponderEliminar
  5. Nunca provei ruibarbo mas vi tantas receitas que me despertou a curiosidade.

    A galette tem um ar absolutamente divinal.

    ResponderEliminar
  6. Eu também gosto bastante de ruibarbo, e tenho pena que seja tão caro! Mas esta galette parece bem deliciosa :D

    Beijinhos e tem um óptimo fim-de-semana! :D

    ResponderEliminar
  7. Eu adoro estas tartes rusticas!! A massa é simplesmente deliciosa e as frutas ficam com outro realce!!
    O ruibarbo é uma incognita, mas que terei que experimentar!!
    Um aspecto delicioso!
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  8. Hummmm...que bom aspecto!
    beijinhos e um bom fim de semana :)

    ResponderEliminar
  9. Também adoro ruibarbo! Só comia ruibarbo quando ia a casa da minha tia (ela trouxe da frança e semeou uns quantos no quintal). Tanto chateei o meu pai que ele teve mesmo de plantar um na sua horta "urbana"! Aquilo no 1º ano não dá quase nada, mas todos os anos vai rebentando mais um bocadinho.
    Nunca experimentei farinha de espelta, mas estou com vontade de experimentar desde que vi um programa de culinária há uns tempos, na sic mulher, de um inglês careca que já não me lembro o nome :P
    Não sei como tudo o que fazes tem tão bom aspecto, é tudo lindo e de babar!
    Beijinhos*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anouska, estou mesmo com vontade de plantar na horta dos meus pais :)
      Obrigada :) Bjinhooos.

      Eliminar
  10. Ficou tão linda e rústica! :)
    Adoro combinar o ruibarbo com os frutos vermelhos.
    Por cá tenho plantado e há sempre uma amiga inglesa com uns talos prontos a oferecer :)
    Um beijinho.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ginja....que maravilha...tenho de ir aí buscar...lol
      A ver se arranjo umas sementes!
      Obrigada e bjinhoos :)

      Eliminar
  11. Adoro essa tarte! Nunca usei ruibarbo, e tenho pena. Tenho muita curiosidade!

    Convido-te a participar no passatempo a decorrer no meu blogue:

    http://cozinharsemlactose.blogspot.pt/2013/06/um-passatempo-e-pepino-frito-com.html

    Fica o desafio!

    ResponderEliminar
  12. Aspecto absolutamente fantástico, Patricia! Adoro o ar rústico da galette e adorei a ideia de combinares ruibarbo com framboesa. Fica com um sabor doce q.b e leve não?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É isso mesmo Miguel, doce q.b e fresco, muito aromático!
      Obrigada e aparece sempre ;)
      Bjinhoos

      Eliminar
  13. Deve ser deliciosa, uma combinação de cor e sabores!
    Adoro o aspecto rústico. :)

    Jota
    http://searchncook.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  14. Que linda galette, Patrícia! Ficou fantástica!! A cor do ruibarbo a contrastar com a massa tem um enorme impacto visual :)

    Beijinhos*

    ResponderEliminar
  15. Ai que maravilha, linda e maravilhosa!

    ResponderEliminar
  16. Adoro ruibarbo! E combinado com frutos vermelhos, então... Esta gallete está com um aspeto fabuloso :)
    Bjs

    ResponderEliminar
  17. Sigo a página do facebook e não podia deixar de comentar esta linda esta tarte! Também gosto de fazer...são muito versáteis e podemos usar outras frutas...é só ter imaginação! Lindas fotos.
    Visite-me também!

    Sílvia Martins
    http://bocadinhosdeacucar.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  18. Ola Patricia,
    Esta magnifica!
    Bjinho

    Katia
    http://entretachosebimby.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  19. Deve ser mesmo deliciosa, ficou com uma cor incrivelmente bonita.
    Kiss, Susana
    Nota: Ver o passatempo a decorrer no meu blog:
    http://tertuliadasusy.blogspot.pt/2013/06/3-edicao-do-projeto-escolha-do.html

    ResponderEliminar
  20. Nunca experimentei ruibarbo...mas cada vez fico com mais vontade! Que aspecto delicioso! Acho que vai ser desta que vou experimentar!

    Beijinhos,
    http://madamexicaras.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  21. Continuo de pé atrás com o ruibarbo.. não sei porquê, mas com esta receita é desta que o vou provar.. :)
    beijinhos

    ResponderEliminar
  22. Awsome :)
    As fotos e apresentação aqui são SEMPRE marvailhosas.

    ResponderEliminar
  23. Lindissima essa galette, Patricia !
    Quantoa o sabor, não conheço ruibarbo, nunca utilizei logo não sei a que sabe ! :)
    Mas imagino que adoraria se provasse ! :)

    Beijinhos

    ResponderEliminar

Obrigada pela visita...
Comentários, dúvidas ou sugestões são sempre bem vindos!