Folar da Páscoa - Bolo Amarelo

As receitas de folar nunca são demais. Adoro experimentar novas versões. Este é típico de Armamar, chamam-lhe Bolo Amarelo e foi uma amiga de lá que me deu a receita da avó dela. Posso dizer que o sabor lembra aqueles bolinhos de azeite que a minha avó fazia com a massa que sobrava do pão. Fica pouco doce, um aroma suave a azeite e canela, com um travo a bagaço maravilhoso e uma crosta estaladiça.

Folar da Páscoa – Bolo Amarelo

Ingredientes:

  • 600g de farinha tipo 65 (+ para acrescentar, caso necessário)
  • 120g de açúcar amarelo
  • 20g de fermento padeiro
  • 6 ovos
  • 1 c. (café) de canela
  • 60g de manteiga, à temperatura ambiente.
  • 150ml de azeite, aquecido com casca de limão
  • 1/2 c. (café) de sal
  • Raspa de limão q.b.
  • 1 cálice de vinho do porto
  • 4 c. (sopa) de bagaço

Thermomix Bimby: Colocar no copo os ovos, o açúcar, a canela, o sal, as raspas, o bagaço, o vinho do porto, o azeite arrefecido e a manteiga, programe 2 min/37º/Vel2. Adicione a farinha e o fermento desfeito e programe 8 min/vel. espiga. Se necessário, acrescentar mais farinha até se formar uma bola (não pegajenta). Deixe descansar 1h. Passado esse tempo programar novamente 5 min/Vel espiga. Colocar a massa dentro de um recipiente grande e deixar repousar umas 2 a 3h horas (ou a noite toda), num local abrigado, até triplicar de volume.

MFP: Na cuba colocar, os ovos, o açúcar, a canela, o sal, as raspas, o bagaço, o vinho do porto, o azeite arrefecido e a manteiga. Cobrir com a farinha e o fermento desfeito. Selecionar o programa “Amassar” (incluído tempo de levedação). Se necessário, acrescentar farinha até formar uma bola que não cola. Quando acabar fazer novamente o programa amassar.Findo o programa, colocar a massa num recipiente grande, tapar com um pano e deixar levedar umas horas (deixei a noite toda).

Passado esse tempo, retirar a massa para a bancada, amassar um pouco com as mãos. Poderá dividi–la em 2 partes e meter em formas ou simplesmente formar uma bola e decorar a gosto com a ponta de uma faca. Colocar num sítio abrigado e deixar dobrar de volume (no mínimo 1h). Findo esse tempo, levar ao forno pré-aquecido a 180ºC, na forma ou num tabuleiro forrado com papel vegetal, cerca de 30 min ou até estar cozido (Fazer teste com um palito).

Nota: Este folar fica pouco doce, se preferir bem doce terá de acrescentar mais açúcar. Se optar pelo modo tradicional terá de misturar os ingredientes pela ordem indicada e amassar bem manualmente.

 

 

 

 

Iogurte Mil e uma Noites adoçado com mel de laranjeira ::: it by Jugais

 

Em parceria com a It by jugais - que me enviou um maravilhoso cabaz recheado com uma seleção dos melhores chás do mundo, doces de fruta e mel de laranjeira - criei esta receita. Obtém-se um iogurte delicioso, com notas aromáticas de maçã, hibisco, escaramujo, canela e baunilha e com um sabor subtil a mel de laranjeira. Uma combinação bem deliciosa e original, sem cafeína, ideal para saborear antes de ir dormir visto que esta infusão tem propriedades calmantes.

Um muito obrigado à Quinta dos Jugais pela fantástica oferta!

Iogurte Mil e uma Noites adoçado com mel de laranjeira ::: It by jugais

Ingredientes

 

Thermomix-Bimby: No copo colocar o leite, o leite em pó, o mel e misturar na 15seg/vel 4. Programar 9 min/90º/vel.3. Colocar o chá (Mil e uma Noites) e manter em infusão cerca de 10 minutos. Coar o leite e deixar arrefecer. Quando estiver morno, juntar o iogurte e misturar novamente uns segundos na vel. 3.

Tradicional: Levar ao lume o leite, o leite em pó, o mel e misturar com um fouet até ficar bem dissolvido. Quando levantar fervura retire do lume, introduzir o chá e manter em infusão (tapado) cerca de 10 minutos. Coar o leite, deixar arrefecer e quando estiver morno, juntar o iogurte e misturar com o fouet até ficar bem integrado.

Distribuir pelos copos e levar à iogurteira cerca de 10 horas. No final do tempo colocar as tampas e reservar no frigorífico pelo menos 4 horas antes de consumir. Caso não tenha iogurteira, deverá abafar bem os copos com uma manta polar, dentro do forno previamente aquecido a 50ºC, cerca de 12 horas.

 

 

 

Rose layer cake with vanilla & raspberry buttercream ::: Bolo de rosas com creme de manteiga de baunilha e framboesa

Já há muito que sonhava fazer este bolo, mas sempre hesitei pela quantidade exagerada de manteiga. Finalmente decidi fazê-lo para o aniversário da minha sobrinha. Confesso que por um lado estava tão ansiosa por experimentar mas por outro lado com receio que não ficasse capaz, visto ser a primeira vez. Embora seja um processo longo, fiquei rendida com o resultado. É um bolo adequado para uma festa, em que cada um come uma fatiazinha e não fica assim tão calórico. O bolo fica delicioso, neste caso só leva claras. A cobertura de baunilha é deliciosa. Fiquei apaixonada pelo resultado e quando cortei a primeira fatia senti uma mistura de sensações ao ver o efeito no interior. Todos ficaram surpreendidos e a aniversariante ficou encantada :)

Rose layer cake with vanilla & raspberry buttercream ::: Bolo de rosas com creme de manteiga de baunilha e framboesa

Adaptado deste blog

Bolo

    (4 camadas de 17cm diam.)

  • 240ml de leite, à temperatura ambiente
  • 6 claras, à temperatura ambiente
  • 2 c. (café) de extrato natural de baunilha
  • 315g de farinha
  • 230g de açúcar
  • 170g de manteiga, à temperatura ambiente, em cubos
  • 4 c. (café) de fermento em pó
  • 3/4 c.(café) de sal
  • Corante Wilton violeta

Buttercream de baunilha e framboesa

  • 400g de açúcar em pó (icing sugar), peneirado
  • 725g de manteiga à temperatura ambiente
  • 4 c.(sopa) de leite gordo
  • 1 vagem de baunilha, raspada
  • 12 framboesas (usei congeladas)

Bolo

Pré-aquecer o forno a 180ºC. Untar e polvilhar 4 formas de 15 cm (usei de 17cm).

Thermomix- Bimby: Numa taça, misturar as claras, 60ml de leite e o extrato de baunilha. Reservar. Colocar os ingredientes secos no copo e pulverizar na vel. 9 uns segundos. Incorporar a manteiga e bater durante 1 minuto na vel. 3. Juntar o restante leite e bater 2 min/Vel.2 e de seguida continuar mais 1,50 min/Vel.3. Raspar bem os bordos do copo com a espátula e juntar os ingredientes líquidos em 3 vezes, batendo na Vel. 3 entre cada adição. Misturar até ficar homogéneo.

Tradicional: Numa taça, misturar as claras, 60ml de leite e o extrato de baunilha. Reservar. Num recipiente, misturar os ingredientes secos e peneirar. Incorporar a manteiga e bater durante 1 minuto. Juntar o restante leite e bater na velocidade baixa e de seguida continuar mais 1 minuto na vel. média. Raspar bem os bordos do recipiente e juntar os ingredientes líquidos em 3 vezes, batendo em vel. média entre cada adição. Misturar até ficar homogéneo.

Pesar a massa e dividir em 4 partes iguais. Colocar corante em cada taça de forma a obter 4 tonalidades diferentes. Levar ao forno a 180ºC durante 20 minutos, ou até estarem cozidos (testar com o palito). Deixar arrefecer completamente numa grelha.

 

Buttercream

Thermomix-Bimby: Bater o açúcar, a manteiga e as sementes de baunilha durante 8 minutos na vel. 3,5. Passado esse tempo com a vel.3 ligada, juntar a pouco e pouco o leite. Bater até cobertura estar bem misturada, leve e fofa.

Tradicional: Bater o açúcar em pó, a manteiga e as sementes de baunilha com a batedeira, na velocidade média, até que a mistura fique bem ligada e misturada. Colocar a batedeira na velocidade mais baixa e ir juntando o leite pouco a pouco, com a ajuda de uma colher. uma vez incorporado o leite, colocar a batedeira na velocidade mais alta. Continue a bater pelo menos 8 minutos até a cobertura estar leve e fofa.

 

Retirar um pouco do creme para o recheio,  juntar o puré de framboesa e misturar bem. Num prato de serviço, colocar o bolo mais escuro, barrar com o creme de framboesa e repetir a operação até cobrir com o último bolo. Barrar as laterais ligeiramente e o topo com o creme de baunilha. Com a ajuda de um saco pasteleiro com bico frisado (1M), formar as rosas. Deixo aqui o tutorial para verem como se fazem as rosas. Reservar umas horas no frigorífico.

 

 

 

 

 

 

 

Cupcakes cappuccino com ganache de chocolate branco e baunilha

Desde que provei a ganache dos últimos macarons que fiz, sonhava com uns cupcakes com a mesma cobertura – chantilly de chocolate branco e baunilha bourbon. Imaginei-os de café, em formato cappuccino :) E foi assim que transformei um sonho em realidade!

Não me enganei…a combinação é mortalmente deliciosa. O queque fica com uma textura macia com um sabor perfeito a café com natas. A cobertura de chocolate branco e baunilha funde-se com o delicioso aroma de café e os cupcakes desaparecem todos num ápice.

 

Cupcakes cappuccino com ganache de chocolate branco e baunilha

Queques

  • 2 ovos
  • 120g de açúcar
  • 100g de manteiga, à temperatura ambiente
  • 1 c. (sopa) de açúcar aromatizado com baunilha e tonka
  • 100g de natas
  • 200g de farinha c/ fermento
  • 1 café expresso curto
  • 4 c. (chá) de café solúvel
  • 1 pitada de sal
  • Cacau em pó p/ polvilhar

 

Ganache de baunilha

  • 150g de chocolate branco de boa qualidade
  • 200ml de natas frias (35% m.g.)
  • 1 vagem de baunilha

 

Ganache

Preparar de preferência na véspera.

Levar ao lume 100ml de natas com as sementes de baunilha até começar a ferver. Fora do lume, juntar o chocolate partido e misturar até este derreter. Juntar os restante 100ml de natas frias e misturar. Reservar tapado, no frigorífico 3h no mínimo ou a noite toda, de preferência. No dia seguinte, bater a ganache (bem fria) até obter um chantilly firme  e reservar no frigorífico até usar.

Queques

Pré-aquecer o forno a 180ºC. Colocar umas forminhas de papel dentro de um molde para cupcakes. (Esta receita rendeu 12 unidades).

TMX Bimby: Pulverizar a farinha, o sal e o café solúvel na Vel 9 e reservar. Colocar os açúcares no copo e pulverizar 10 seg/Vel 9. Colocar a borboleta e juntar os ovos e programar 4min/37º/Vel 3. Adicionar a manteiga e programar 2min/37º/Vel 3. Juntar as natas e o café expresso e misturar uns segundos na Vel 3. Por fim juntar a  mistura farinha/café/sal peneirada e bater uns segundos na Vel 2.

Tradicional: Bater a manteiga com os açúcares até obter um creme esbranquiçado. Juntar os ovos e bater cerca de 3 minutos. Adicionar as natas e o café expresso e o café solúvel e misturar uns minutos. Por fim, juntar a farinha e o sal peneirados e envolver bem.

Colocar a massa em formas de queques forradas com formas de papel e leve ao forno a 180ºC cerca de 20 minutos. Retirar do forno e deixar arrefecer completamente. Com um saco pasteleiro decorar os cupcakes a gosto. Polvilhar com cacau em pó.

 

 

 

 

 

Bolo mágico de baunilha e limão

Na semana passada, quando vi esta receita no fantástico Kanela y Limón, um blogue dos meus favoritos que adoro, pensei logo em fazer. Porque é daqueles bolos que me tentam, por ter a consistência de pudim e por ser um regalo para os olhos :) É mágico porque se formam três camadas, a de baixo mais consistente, a do meio com a consistência de um pudim suave e a de cima é uma camada de bolo esponjosa. Escusado será dizer que adorei e foi muito elogiado. É uma receita que rende bastante e se acharem muito podem fazer metade da receita, numa forma menor.

Bolo mágico de baunilha e limão

Adaptado do blog Kanela y Limón

Ingredientes:

  • 8 gemas
  • 8 claras, em castelo
  • 1 litro de leite morno
  • 250g de manteiga derretida e fria
  • 250g de açúcar
  • 225g de farinha
  • raspa de um limão
  • 1 vagem de baunilha, raspada

Untar com manteiga uma forma alta retangular (30x20) e polvilhá-la com farinha. Ligar o forno a 180ºC.

Thermomix-Bimby: Colocar a borboleta no copo bem limpo e seco e bater as claras (sem o copinho) com uma pitada de sal, 8min/37º/Vel. 3.5. Retirar e reservar. Com a borboleta, bater as gemas com o açúcar e as sementes de baunilha, 8min/Vel. 3.5. Adicionar a manteiga e as raspas de limão e misturar novamente na Vel. 3. Juntar o leite e a farinha peneirada e misturar na 1min/Vel. 3. Despejar com cuidado sobre as claras em castelo, pouco a pouco, e envolver com uma espátula delicadamente.

Tradicional: Bater as claras em castelo com o sal. Bater as gemas com o açúcar e as sementes de baunilha até obter um creme esbranquiçado e fofo. Adicionar a manteiga, o leite e por fim a farinha peneirada e as raspas de limão. Misturar bem e depois envolver as claras delicadamente e  em movimentos suaves.

Colocar no forno 10 minutos a 180ºC e depois mais 50 minutos a 160ºC. Fazer teste do palito, se este sair limpo, está cozido. Deixar arrefecer completamente antes de cortar em porções.

 

 

 

Macarons de baunilha com ganache de chocolate branco (merengue italiano)

Já há algum tempo que não fazia macarons. Desde que mudei de casa (e de forno), já tinha experimentado uma vez e não correu bem. Mas faltava experimentar o método do merengue italiano que ainda não tinha testado por não ter termómetro de açúcar. Pelo que li, com este método obtém-se uns macarons mais perfeitos e saborosos, além de que é mais seguro que a experiência corra bem.

Acho que foi das melhores coisas que já provei, a combinação da amêndoa, chocolate branco e baunilha bourbon é divina. São mesmo irresistíveis, é um atrás do outro, impossível parar!

Macarons de baunilha com ganache de chocolate branco (merengue italiano)

Adaptada deste blog

    Para cerca de 20 a 25 macarons

    Conchas

  • 75g de amêndoa moída
  • 75g de açúcar pasteleiro (icing sugar)
  • 2 claras de ovos, separadas, à temperatura ambiente (cerca de 66g)
  • 15g de açúcar branco
  • 30ml de água
  • 75g de açúcar branco
  • 1/2 vagem de baunilha

    Ganache de chocolate branco

  • 100g de chocolate branco de boa qualidade
  • 150ml de natas frias (35% m.g.)
  • 1/2 vagem de baunilha

 

Ganache

Preparar de preferência na véspera.

Levar ao lume 50ml de natas com as sementes de baunilha até começar a ferver. Fora do lume, juntar o chocolate partido e misturar até este derreter. Juntar os restante 100ml de natas frias e misturar. Reservar tapado, no frigorífico 3h no mínimo ou a noite toda de preferência. No dia seguinte, bater a ganache (bem fria) até obter um chantilly firme e reservar no frigorífico até usar.

Macarons (merengue italiano)

Para esta receita é necessário um termómetro de açúcar.

Num robot de cozinha ou Bimby, juntar o açúcar em pó e a farinha de amêndoa e pulverizar uns segundos. Peneirar esta mistura, juntar uma clara e misturar bem. Reservar.

Pesar as claras. Aconselham a utilizar claras envelhecidas, isto é, separadas das gemas e guardadas no frigorífico uns 4 ou 5 dias antes da confecção. Costumo congelar claras e quando necessito descongelo 2 ou 3 dias antes e reservo-as no frigorífico.

Colocar os 75g de açúcar branco com os 30ml de água num tacho, misturar e levar ao lume, até atingir os 115ºC.

Ao mesmo tempo bater a clara restante e quando começar a formar espuma juntar os 15g de açúcar aos poucos, continuando a bater (Bimby: com a borboleta e na vel. 3.5). Sem parar de bater em velocidade baixa (Bimby: c/ borboleta na Vel.3), juntar a calda a 115º, devagar em fio (Bimby: pelo bocal), com cuidado na borda do recipiente para não salpicar e continuar a bater até o merengue arrefecer e ficar brilhante. Juntar as sementes de meia vagem de baunilha e bater mais um pouco.

Incorporar o merengue em 3 vezes à mistura de açúcar em pó + amêndoa +clara e envolver delicadamente, com a ajuda de uma espátula de silicone, fazendo movimentos de baixo para cima, de forma a não partir as claras e não perder muito ar, até obter um creme liso e brilhante. Este processo demora uns minutos.

Preparar um saco de pasteleiro com uma boquilha redonda com cerca de 1cm de diâmetro. Para facilitar e para que as conchas fiquem regulares e redondas, imprimir esta minuta e colocar por baixo do papel vegetal, em cima de um tabuleiro de forno. Com o saco pasteleiro perpendicular ao tabuleiro, apontar o bico no centro do círculo e pressionar até preencher o círculo. (desta maneira sairão redondas salvo se a massa estiver demasiado fluída, neste caso tenderá a expandir-se). Provavelmente formar-se-á um pequeno bico que desaparecerá em segundos. Ao terminar, bater com o tabuleiro na bancada duas ou três vezes para ficarem lisos. Deixar repousar cerca de 1 hora num local seco, se possível noutra divisão da casa (nada de lavar a loiça com os macarons por perto). É muito importante deixar repousar, visto que durante esse tempo se formará uma capa seca ao toque e ajudará a formar a característica crostinha na base do macaron durante a cozedura. Entretanto pré-aquecer o forno a 150ºC meia hora antes. Tocar os macarons e verificar se a superfície já não cola. Retirar a minuta com cuidado. Colocar o tabuleiro no meio do forno  a 150ºC e cozer cerca de 15 minutos. Este processo depende muito do forno de cada um. Não se deve deixar dourar os macarons, estes deverão formar uma concha lisa e firme ao toque, o interior deverá ficar macio e húmido.

Retirar do forno e deixar arrefecer totalmente no tabuleiro. Poderá guardar numa caixa em metal se não os rechear no próprio dia.

Montagem:

Rechear os macarons com a ajuda de um saco pasteleiro. Conservam-se numa caixa hermética no frigorífico. Deverão ser consumidos, de preferência após 24h, à temperatura ambiente.

 

 

 

 

 

Torta caprese al limone (sem glúten)

Além das iguarias francesas, tenho uma forte queda por sobremesas italianas e hoje trago-vos um bolo que me seduziu à primeira vista, tanto pelo aspeto como pelos ingredientes. É uma receita típica da ilha de Capri e como não leva farinha, é também ótima para celíacos. A conjugação dos aromas é maravilhosa, o chocolate branco não se distingue, sobressaindo o aroma intenso de limão e amêndoa. Fica muito húmido e os aromas mais apurados no dia seguinte. Cada dentada é um prazer divino.

Aproveito para agradecer mais uma vez a todos que por aqui passam e que deixam comentários sempre tão simpáticos :)

Torta caprese al limone

Adaptada do site Dolci Ricette

  Ingredientes

  • 5 ovos
  • 80g de azeite suave (usei óleo de pistácio)
  • 1 pitada de sal
  • 120g de açúcar em pó
  • 1 c. (sopa) de açúcar baunilhado
  • 1 casca de limão biológico/raspas
  • Sumo de 1/2 limão biológico
  • 175g de chocolate branco, ralado
  • 175g de amêndoa pelada moída
  • 1 c. (chá) de fermento em pó

 

Thermomix-Bimby: Pulverizar o chocolate e reservar. Colocar o açúcar e a casca de limão e pulverizar uns segundos. Colocar a borboleta e juntar os ovos, o sal, os açúcares e bater 5min./vel 3,5. Juntar o azeite e o sumo de limão e bater mais 2min/vel 3,5. Retirar a borboleta. Adicionar o chocolate ralado, a amêndoa, o fermento e bater 20 seg/ Vel 3.

Tradicional: Bater as claras em castelo. Bater as gemas com o azeite e o sal. Adicionar os açúcares peneirado, as raspas e o sumo de limão e bater mais um pouco. Adicionar o chocolate ralado, o fermento e a amêndoa e misturar bem. Adicionar as claras à mistura delicadamente.

Despeje numa forma de 21cm untada e enfarinhada. Levar ao forno a 170º, durante 30 minutos (Fazer teste do palito). Os aromas estarão bem melhores no dia seguinte.