Agosto 25, 2011

Doce de pêssego e baunilha

 

Aproxima-se a despedida do verão e o frigorífico cá de casa já tem uma boa reserva de doces para saborear ao longo do ano…

Desta vez trago-vos esta deliciosa compota que mais uma vez me surpreendeu… a baunilha é sem dúvida uma óptima combinação para qualquer fruta.

 

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

 

Doce de pêssego e baunilha

Adaptado do livro Bimby as Receitas Essenciais

  • 1 kg de pêssegos maduros, sem casca e sem caroço
  • 600g de açúcar amarelo
  • sumo de 1/2 limão
  • 1 vagem de baunilha

 

Thermomix-Bimby:

Colocar no copo a fruta, o açúcar, o sumo de limão e as sementes de baunilha raspadas. Caso queira com pedaços, pique 6 Seg/ Vel 4. Se quiser tudo bem triturado, programar 15 Seg/ Vel 6 até que fique em puré. Juntar a vagem de baunilha aberta e programar 30 min/100º/Vel 1 inversa. Se achar que ficou líquido programe mais 10 min/varoma/Vel 1 inversa para que o líquido se evapore.

Tradicional:

Colocar a fruta descascada e aos pedaços num tacho, juntar o açúcar, o sumo de limão, as sementes de baunilha raspadas, a vagem aberta e cozinhar em lume brando, mexendo de vez em quando até ficar no ponto. Estará no ponto de estrada quando, ao colocar um pouco de doce num prato e lhe passar o dedo depois de arrefecido fique tipo uma estrada aberta. Se preferir sem pedaços, triturar o doce com a varinha mágica.

Colocar de imediato em frascos esterilizados, fechá-los, virá-los ao contrário para criar vácuo e deixar arrefecer completamente.

 

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Agosto 18, 2011

Cheesecake de baunilha e frutos vermelhos

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

 

Há muito tempo que andava com vontade de fazer um cheesecake. Após consultar imensas receitas acabei por adaptar esta do livro Cake Days, Hummingbird Bakery.

O resultado foi surpreendente…é realmente uma tentação agora nestes dias quentes.

A textura é excelente e a conjugação de sabores não podia ser melhor. Em vez de usar a totalidade em queijo creme tipo Philadelphia pode usar-se também queijo fresco batido tipo fromage blanc Phoenicia ou petit suisse naturais (40% mat. gord.). Ficará bem mais leve em calorias.

 

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

 

Cheesecake de baunilha e frutos vermelhos

Inspirado no livro Cake Days, Hummingbird Bakery

      Base:

  • 200g de bolachas digestivas (usei bolachas “Petit Beurre”)
  • 85g de manteiga derretida

      Cheesecake:

  • 700g de queijo creme tipo Philadelphia (usei 200g de Philadelphia light + 500g de petit suisse natural a 40% )
  • 1 vagem de baunilha
  • 120g de açúcar
  • 3 ovos
  • 80g de frutos vermelhos (coloquei o dobro, se usar congelados será melhor descongelar previamente)

      Cobertura:

  • 200g de frutos vermelhos (usei congelados)
  • 50g de açúcar
  • 3 folhas de gelatina
  • 1 c. (sopa) de sumo de limão

      Decoração:

  • 100g de frutos vermelhos frescos

  

Uma das regras básicas do cheesecake é prepará-lo de véspera e deixar no minimo 24h no frigorífico antes de servir.

Usar uma forma com fundo removível com cerca de 20cm de diâmetro.

Forrar com papel vegetal a base da forma. Pincelar ligeiramente com óleo vegetal a lateral ou aro da forma. Triturar as bolachas, misturar bem com a manteiga derretida até obter uma mistura areada e cobrir uniformemente o fundo da forma pressionando com a ajuda de um copo para alisar. Reservar 30 minutos no frigorífico.

Pré-aquecer o forno a 160º.

Bater o queijo fresco com o açúcar e as sementes de baunilha previamente raspadas. Juntar os ovos, um a uma, misturando bem entre cada adição. Para terminar juntar os frutos vermelhos envolvendo rapidamente com uma espátula. Verter na forma. Levar ao forno durante cerca de 45 a 50 minutos a 160ºC. Na receita diz para cozer em banho-maria para que o cheesecake não fenda, no entanto tive receio visto se tratar de uma forma com fundo removível e então coloquei um tabuleiro pequeno com água a ferver na base do forno para criar vapor durante a cozedura e funcionou lindamente. Deixar arrefecer e colocar no frigorífico durante uma noite no mínimo.

Preparar a cobertura quando o cheesecake já estiver frio. Demolhar as folhas de gelatina em água fria uns minutos. Triturar os frutos vermelhos com o açúcar e o sumo de limão, coar e levar ao lume e quando estiver bem quente juntar as folhas de gelatina bem escorridas e mexer energicamente (sem deixar ferver). Retirar do lume e deixar arrefecer. Quando estiver quase frio verter por cima do cheesecake (já frio) e decorar com frutas frescas. Levar ao frigorífico durante toda a noite.

No dia seguinte, preferencialmente após 24h no mínimo, passar uma faca à volta do aro para desenformar melhor. Decorar a gosto.

 

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

 

 

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

 

 

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Agosto 08, 2011

Doce de figo e baunilha

 

O figo é daquelas frutas que não gosto e ponto final. Mesmo forçando-me a provar para tentar descobrir como é possível ser um fruto tão apreciado, não consigo aprender a gostar. No entanto este doce de figo seduziu-me de tal forma que vou repetir até as figueiras da horta dos meus pais ficarem completamente nuas.

A baunilha confere-lhe um sabor divinal, o sabor do figo transforma-se como por magia e obtém-se uma deliciosa e irresistível compota para alegrar os pequenos almoços cá de casa :)

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

 

Doce de figo e baunilha

Adaptado do livro Bimby Receitas Essenciais

  • 900g de figos
  • 400g de açúcar amarelo
  • Sumo de 1/2 limão
  • 1 vagem de baunilha

Thermomix-Bimby:

Colocar os figos cortados em metades, o açúcar e o sumo de limão no copo. Abrir a vagem de baunilha e raspar as sementes para o copo e adicionar a mesma. Programar 30 min/Varoma/Col Inv. Quando terminar, retirar a vagem de baunilha e triturar a gosto, progressivamente, uns segundos até à vel.6. Colocar o doce em frascos lavados e esterilizados e fechar hermeticamente.

Tradicional:

Colocar tudo (incluindo a vagem de baunilha aberta e as sementes raspadas) no tacho e levar a lume forte, até que o açúcar esteja todo derretido. Nessa altura baixar o lume e ir cozinhando em lume brando, mexendo de vez em quando, até estar no ponto desejado. No final retirar a vagem de baunilha e triturar a gosto com a varinha mágica. Colocar o doce em frascos lavados e esterilizados e fechar hermeticamente.

 

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

 

 

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Agosto 02, 2011

Argolas de Maçã

 

A revista Bimby - Momentos de Partilha traz-nos sempre deliciosas surpresas. Assim que vi estas argolas na edição de Agosto/11 fiquei logo com vontade de experimentar.

São óptimas para um pequeno almoço ou um lanche acompanhadas de um bom copo de leite fresco.

 

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

 

Argolas de maçã

Extraído da Revista Bimby nº09 de Agosto 2011

Massa:

  • 280g de leite
  • 50g de açúcar
  • 30g de margarina p/ culinária
  • 1/2 c. (chá) de sal
  • 25g de fermento padeiro fresco
  • 530g de farinha tipo 65

Recheio:

  • 700g de maçã granny smith, descascada, s/ caroço e em quartos
  • 150g de açúcar (usei só 100g)
  • Sumo de 1/2 limão
  • 1 c. (chá) de canela em pó
  • 50g de miolo de noz, partido grosseiramente
  • Leite q.b. p/ pincelar
  • Açúcar q.b. p/ polvilhar

Colocar no copo o leite, o açúcar, a margarina, o sal e o fermento e programar 1,30min/37º/vel 2.

Adicionar a farinha e amassar 2 min/vel espiga. Retirar e formar uma bola, colocar num tabuleiro polvilhado com farinha e deixar levedar cerca de 30 minutos num local morno.

Para o recheio, colocar no copo a maçã,o açúcar, o sumo de limão e a canela e picar 4 seg/ vel 4. De seguida programar 12 min/Varoma/vel col, sem o copo de medida mas com o cesto sobre a tampa para evitar o perigo de salpicos. Retirar, adicionar as nozes e envolver. Deixar arrefecer.

Pré-aquecer o forno a 180ºC.

Dividir a massa em 12 partes de aprox. 80g cada e com a ajuda do rolo da massa estender um rectângulo de aprox. 18x14, colocar 2 c. chá de recheio no centro, enrolar para fechar e unir as extremidades pressionando para selar.

Colocaras argolas num tabuleiro forrado com papel vegetal, pincelar com leite e polvilhar com açúcar. Levar ao forno a 180ºC cerca de 30 minutos.

Dica: poderá substituir o fermento padeiro por 1/2 saqueta de fermento de padeiro seco, cerca de 5g.

Se utilizar a farinha Tipo 55 acrescentar mais 30g.

 

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

 

 

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

 

 

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...