terça-feira, 6 de dezembro de 2011

Macarons de chocolate branco

Sou fã dos tão famosos macarons…desde a textura, o sabor da amêndoa e as cores irresistíveis… Enfim, depois de tanta pesquisa pela internet acabei por experimentar, já sabia que não ia ser muito fácil. Aconselho-os a verem alguns vídeos antes. A primeira tentativa foi um insucesso! Apresento-vos agora a minha segunda tentativa… ainda não estão perfeitos mas à terceira será de vez!  Penso que uma das dificuldades é acertar com a temperatura do nosso forno. Optei por fazer pouca quantidade até dominar a técnica. São óptimos para oferecer no Natal e é uma óptima forma de escoar claras congeladas. Estou desejosa de experimentar novamente com outros sabores e cores :)

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Macarons de chocolate branco

Adaptado do blog La receta de la felicidad

Aprox. 12 a 15 unidades

Conchas:

  • 100g de açúcar em pó (icing sugar)
  • 55g de amêndoa moída (sem pele)
  • 45g de clara de ovo à temperatura ambiente
  • 15g de açúcar branco
  • Algumas gotas de corante alimentar vermelho (opcional)*

Ganache de chocolate branco:

  • 75g de natas
  • 150g de chocolate branco
  • 25g de mel

 

Num robot de cozinha, juntar o açúcar em pó e a farinha de amêndoa e pulverizar uns segundos. Peneirar esta mistura e reservar (não se deve saltar este passo é muito importante para obtermos uma textura lisa nas conchas).

Pesar as claras. Aconselham a utilizar claras envelhecidas, isto é, separadas das gemas e guardadas no frigorífico uns 4 ou 5 dias antes da confecção. Costumo congelar claras e quando necessito descongelo à temperatura ambiente. Com a batedeira na vel. 1, bater as claras até formar uma espuma, juntar o açúcar branco (as 15g) e bater na velocidade máxima até formar um merengue com picos firmes. Juntar as gotas de corante alimentar e misturar mais um pouco até ficar homogéneo.

Juntar a mistura de açúcar em pó e amêndoa pouco a pouco e envolver delicadamente, com a ajuda de uma espátula de silicone, fazendo movimentos de baixo para cima, de forma a não partir as claras e não perder muito ar, até obter um creme liso e brilhante. Este processo demora uns minutos.

Preparar um saco de pasteleiro com uma boquilha redonda com cerca de 1cm de diâmetro. Para facilitar e para que as conchas fiquem regulares e redondas, imprimir esta minuta ** e colocar por baixo do papel vegetal, em cima de um tabuleiro de forno. Com o saco pasteleiro perpendicular ao tabuleiro, apontar o bico no centro do círculo e pressionar até preencher o círculo. (desta maneira sairão redondas salvo se a massa estiver demasiado fluída, neste caso tenderá a expandir-se). Provavelmente formar-se-á um pequeno bico que desaparecerá nuns segundos. Ao terminar, retirar a minuta com cuidado. Deixar repousar os macarons cerca de 1 hora num local seco, se possível noutra divisão da casa (nada de lavar a loiça com os macarons por perto). É muito importante deixar repousar, visto que durante esse tempo se formará uma capa seca ao toque e ajudará a formar a característica crostinha na base do macaron durante a cozedura. Tocar os macarons e verificar se a superfície não cola. Aquecer o forno a 160ºC meia hora antes. Colocar o tabuleiro no meio do forno e cozer cerca de 10 minutos, baixar a temperatura para 140ºC e continuar a cozedura por mais 3 a 5 minutos (vigiar, fiquei o tempo todo a ver de forma a controlar melhor). Este processo depende muito do forno de cada um. Não se deve deixar dourar os macarons, estes deverão formar uma concha lisa e firme ao toque, o interior deverá ficar macio e húmido.

Retirar do forno e deixar arrefecer totalmente no tabuleiro. Poderá guardar numa caixa em metal se não os rechear no próprio dia.

Preparar a ganache: ferver as natas e despejar as mesmas por cima do chocolate previamente partido ou triturado, mexer bem, juntar o mel e misturar novamente. Reservar no frigorífico até ficar com uma consistência firme para rechear.

Colocar uma colherzinha de ganache no meio da concha e pressionar com a outra metade. Podem conservar-se durante vários dias numa caixa hermética no frigorífico, retirando uns minutos antes de consumi-los.

*Poderá substituir uns 20g de amêndoa moída por cacau por exemplo para dar cor e sabor às conchas.

**Optei por desenhar uns círculos de 3cm numa folha de papel vegetal com a ajuda de uma tampa, deixando um espaço entre cada um.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

 

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

 

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

26 comentários :

  1. Lindos e maravilhosos para uma amante de chocolate branco, como eu!!!
    :o)

    ResponderEliminar
  2. lindos, lindos, lindos, lindos, lindos :)

    ResponderEliminar
  3. Ficaram um sonho Patricia, foste uma corajosa mas também não é de admirar com as tuas mãozinhas..
    Eu bem queria mas vendo a dificuldade e de como contam as peripécias ao tentar fazer ando um pouco desmotivada, quem sabe um dia hehehehe(nuca digo nunca)

    Beijinhos e obrigada pela deliciosa partilha!!

    ResponderEliminar
  4. Ficaram lindos os teus, eu até tenho medo de experimentar porque sei que são dificeis de fazer :) Adorei os teus, parabéns!

    ResponderEliminar
  5. Ficaram divinos. Parabéns.


    http://asvezescozinheira.blogspot.com

    ResponderEliminar
  6. que lindos Patrícia, e as fotos deliciosas como sempre...bjokitas

    ResponderEliminar
  7. Ficaram tão lindos e devem ser uma delícia! Ando mortinha por experimentar, mas parece ser tão difícil acertar com eles que tenho adiado e adiado. Quem me dera a mim que à segunda tentativa me saissem assim bonitos como os teus! Beijinhos

    ResponderEliminar
  8. Olá Patrícia, pelo que vejo deve ser dificil fazer essa especialidade. Por isso eu fico-me pelas fotos lindas e que mostram bem a delicia que são.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  9. também gosto muito de macarrons e os teus estão bem perfeitos!

    ResponderEliminar
  10. É DAQUELAS COISAS QUE GOSTARIA IMENSO DE COMER MAS QUE JAMAIS ME ATREVO A FAZER.
    GOSTEI DOS TEUS FICARAM LINDOS.
    BJS

    ResponderEliminar
  11. Corajosa! A mim não me apanham nestes assados! Ficaram lindos, clarinhos e reluzentes. Valeu a pena ter que esperar pela 2ª vez :)

    ResponderEliminar
  12. QUE DELICIA ESSES MACARRONS, FICARAM LINDOS, E AINDA DE CHOCOLATE BRANCO QUE EU ADORO, BJS

    ResponderEliminar
  13. Olá!
    Nunca tinha comentado, mas já sigo o blog à algum tempo.
    Hoje ao ver o masterchef Australia na sic mulher lembrei-me desta receita. Não sei se viste, mas aqui fica o link para a receita deles.
    Parabéns pelas belas receitas.

    ResponderEliminar
  14. desculpa esqueci-me do link:
    http://www.masterchef.com.au/macaron-tower-with-kalamata-olive-and-beetroot-and-raspberry-macarons.htm

    ResponderEliminar
  15. Quero a imenso tmepo experimentar os macarrons. Nao os visse eu aqui em franca em cada vitrine que passe :-( ja tenho livros e o necessario, so me falta é mesmo o tempo. Os teus ficaram lindos, parabens. Tenho vindo visitar o teu blogue mas sempre a correr, vou passar a comentar, pois bem merece ;-) bjinhos ate breve

    ResponderEliminar
  16. Ficaram tão lindos....
    Um destes dias também vou meter mãos à obra e experimentar...
    Beijinhos
    Belinha
    Mundo das Receitas
    http://mundodasreceitas.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  17. É boa ideia congelar claras? Não sabia que era possível, faz isso com frequência e garante a qualidade das mesmas? Normalmente mando as claras para o lixo porque não sei como as aproveitar...
    Têm um óptimo aspecto :)

    ResponderEliminar
  18. Dingui, é óptima ideia congelar claras :) tenho sempre muitas em caixinha pequeninas no congelador. Tenho algumas receitas de bolos só com claras deliciosos (bolo de claras e Financiers).
    Obrigada. Bjinhos.

    ResponderEliminar
  19. Desconhecia tal facto mas já comecei a optar por congelar as claras tal como sugere.
    45g de claras são cerca de quantas claras, tem ideia?

    ResponderEliminar
  20. Dingui, 45g são cerca de 1 clara e meia aproximadamente. Pode duplicar a receita se quiser.

    Obrigada a todas :)Bjinhos

    ResponderEliminar

Obrigada pela visita...
Comentários, dúvidas ou sugestões são sempre bem vindos!